Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 06/07/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Ficou complicado comprar um touro (que bom)

Genética | 16 de Agosto de 2013
por Fernando Furtado Velloso

A Expointer está batendo na porta e, na sequência, a temporada de primavera com a venda de reprodutores. De setembro a meados de novembro, temos agenda cheia de leilões de touros, desde os tradicionais (tendo alguns cinquentenários) até os novatos e estreantes buscando algum espaço neste mercado disputado.

O pecuarista que vai às compras tem fartas opções e modalidades: remates particulares, leilões dos sindicatos em suas expofeiras, vendas diretas, vendas online, transmissão de leilões por televisão ou internet e por aí vai.

Pois bem, escolher e adquirir um touro tornou-se uma tarefa mais complexa, mas por bons motivos: hoje, temos mais ferramental técnico para avaliar um animal de forma objetiva. Os reprodutores são ofertados com dados técnicos de desempenho, DEPs das avaliações genéticas, medidas e DEPs das avaliações ultrassonográficas de carcaça (Área de Olho de Lombo, Cobertura de Gordura e Marmoreio), animais Dupla Marca ou possuidores de CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção) e até análises feitas a partir do DNA colhido de cada animal (chamados Marcadores Moleculares). É bastante coisa e, para complicar, mais esta tarefa, muitas das características têm correlações negativas, ou seja, o touro que é muito bom para uma característica, normalmente é inferior para outra. O DEP nos ajuda muito a reduzir os erros, pois é um índice que nos fala somente da genética do animal e do que será transmitido aos seus filhos (Diferença Esperada na Progênie).

Esta situação é positiva e entusiasmante, pois é um processo sem fim. A cada ano, são incorporadas novas tecnologias ou processos na seleção e melhoramento dos bovinos. Um ponto muito positivo, pensando em oportunidade, é que na fase que estamos vivendo é possível adquirir um touro muito bom por um valor médio de mercado. Pois, a grande maioria dos compradores de reprodutores, ainda não domina a tecnologia disponível para bem escolher o touro certo para seu rebanho. Aqui, cabe ainda, um parênteses: o melhor touro para a sua necessidade não é necessariamente o touro que todos entendem como o melhor do remate.

Estamos ainda com bom tempo para avaliar onde buscar os reprodutores que terão grande impacto em nossos rebanhos (positivo ou negativo!) e também tempo para buscar informação sobre os diferenciais das boas seleções (que tenham programas sérios e objetivos). Busque informações sobre os leilões de seu interesse, solicite os dados técnicos antecipadamente, analise a informação antes dos remates ou busque apoio especializado para interpretar os dados técnicos. Priorize leilões que vendem animais com Avaliação Genética (DEPs), pois não há porque comprar uma máquina sem especificações técnicas conhecidas.
De fato, ficou complicado comprar um touro. Que bom!

Publicado no Jornal Folha do Sul em 15 de agosto de 2013 

Maisartigos

  • Comercialização Virtual de Terneiros no Período da Pandemia do Covid-19: Análise Preliminar

    Informação | 29 de Julho de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O NESPro conduziu um projeto, por quatro meses, com a finalidade de avaliar o comportamento dos agentes do mercado de terneiros de corte no RS. Esse projeto foi desenvolvido em resposta a uma conjuntura atípica, a pandemia pelo Covid-19, a qual estabeleceu um distanciamento social, que proibiu a concentração de pessoa...
  • Seleção genômica em Hereford e Braford

    Genética, Informação | 01 de Julho de 2020
    Foto: Associação Brasileira de Hereford e Braford
    Por Marcos Jun-Iti Yokoo Até pouco tempo, nos programas de avaliação genética e seleção de bovinos de corte, a seleção assistida por marcadores moleculares utilizando-se de poucos marcadores do tipo microssatélites, salvo algumas exceções, não foi muito eficiente, uma vez que, geralmente, as características...
  • Tecnologia à frente: Inseminação Artificial avança no primeiro trimestre

    Informação, Mercado | 18 de Junho de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha A ASBIA (Associação Brasileira de Inseminação Artificial), entidade que participo da atual gestão, divulgou publicamente, no início de maio, o relatório INDEX ASBIA 1º Trimestre/2020. Os dados são recebidos de todas centrais afiliadas ...
  • RS - Rumo a um novo status sanitário

    Informação | 04 de Junho de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Livre de Aftosa sem Vacinação
    Por Júlio Barcellos; Tamara E. de Oliveira; Anna I. C. Pereira Suñé


    O contexto: O Estado do Rio Grande do Sul, por meio de seu serviço veterinário oficial e a ação dos pecuaristas, durante os meses de março e abril, realizou a sua última campanha de vacinação previamente à apresen...
  • COVID: o empurrão que faltava aos leilões virtuais e certificados

    Informação, Leilões, Mercado | 15 de Maio de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha As vantagens dos leilões virtuais em relações aos leilões presenciais são inúmeras: não necessidade de transporte do gado para um recinto, venda com o peso da fazenda (sem quebras de transporte e manejo), menor stress para os animais (be...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais