Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 16/02/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Entre milhares de touros, lá está o seu

Leilões | 12 de Setembro de 2013

Remates 2013

Foto: Divulgação/Assessoria

Por Fernando Furtado Velloso

Na temporada de primavera gaúcha deverão ser ofertados mais de 5 mil touros, sendo a grande maioria das raças Angus e Braford. O número nos estimula e até nos anima, pois no meio desta tourada não deve ser tão difícil encontrar o reprodutor que atenda as necessidades de seu rebanho.

Pois bem, observe que um bom reprodutor deve lhe atender satisfatoriamente em duas áreas bem distintas:
a) na produção de matrizes de reposição para seu gado e
b) na produção de terneiros ou novilhos para ofertar no mercado.

Pode parecer simples, mas note que são características em algumas vezes antagônicas: para que seu rebanho de cria seja eficiente a genética não deve ser de animais muito grandes e exigentes, pois maior tamanho adulto leva a menor eficiência reprodutiva em condições de campo e maiores problemas de parto (distocia). As fêmeas além de moderadas em tamanho devem ser boas mães (boa produção leiteira) e normalmente esta característica está correlacionada negativamente com animais bem musculosos (os touros mais bonitos). Do lado oposto, terneiros e novilhos pesados são produtos de touros maiores e com alto potencial para ganho de peso.

Mas, existem touros que atendem satisfatoriamente estas duas condições simultaneamente? Sim, existem touros equilibrados em ambas as áreas e touros extremos que somente servem para uma coisa ou outra (formação de rebanhos de cria ou cruzamento terminal). Atualmente dispomos de diversas informações técnicas que nos ajudam a indentificar estes animais e assim escolher com mais precisão o reprodutor que contribuirá com nosso rebanho. Volto ao meu assunto recorrente de DEPs, touros Dupla Marca, Sumários de Touros, seleção objetiva, etc.

Lembre que a escolha do touro define a genética de 50% de nosso rebanho e que assim é um tema que merece atenção, tempo e investimento. O acerto pode contribuir com um grande salto em produtividade em sua pecuária, mas um erro pode lhe custar muito e por muitos anos. Se um bom touro custa 4 novilhos ou 10 terneiros já temos uma base para definir os nossos investimentos na reposição de touros e que seja por um bom touro. Entre milhares de touros desta temporada lá está o seu!

Publicado no Jornal Folha do Sul, Caderno Campo (12 Set 2013)

Maisartigos

  • Mitos e verdades do cruzamento (Por B. Lynn Gordon, Beef Magazine)

    Informação | 26 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os Cruzamentos e a heterose resultante têm sido utilizados por gerações. Mas ainda restam discussões.

    Há sempre muita discussão e debate na pecuária de corte sobre o cruzamento. Dois pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas se uniram para responder a algumas das perguntas mais comuns que os pecuaristas faz...
  • Idade da vaca e produtividade (Quando ela está velha demais?) - Derrel Peel (Oklahoma University, EUA)

    Informação | 16 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Outubro é tradicionalmente época de desmame dos bezerros e o descarte de vacas para a temporada de parição na primavera nos EUA. No momento de descarte de matrizes os criadores enfrentam decisões difíceis. O descarte ótimo no rebanho requer uma bola de cristal afiada que poderia ver o futuro.

    Se o regime de chuvas...
  • Carne gaúcha: uma trajetória de terra, campo e gente (Por Roberto Grecellé - SEBRAE)

    Informação | 14 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O dia a dia da pecuária de corte brasileira tem sido em favor da qualidade da carne produzida. Nas fazendas e nas indústrias, seja pelo zelo, pelos investimentos ou pelo aperfeiçoamento nos processos produtivos, os atores desta cadeia se empenham em produzir a cada dia uma carne de qualidade superior. Sim, é possíve...
  • Pecuária de corte: uma opinião para o novo governo

    Informação | 13 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Barcellos, Prof. Titular, Fac. de Agronomia – NESPro/UFRGS

    Numa análise mais crítica, é preciso entender que desde que surgiu a palavra agronegócio em nosso vocabulário, é afirmado que em todas as suas dimensões só ocorrem “maravilhas”. O que é um profundo equívoco, quase viciado, de quem defe...
  • Comunicação como insumo fundamental para o agro

    Informação, Mercado | 11 de Janeiro de 2019
    Foto: AgroEffective
    Nestor Tipa Júnior
    Jornalista e pós graduado em Marketing no Agronegócio. Sócio-diretor da AgroEffective A agropecuária faz parte de um dos setores mais sensíveis à críticas e informações prejudiciais no Brasil. A opinião pública, por vezes, é severa nas cobranças aos produtores rurais e agroindústrias. Ba...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais