Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 20/10/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Carrego muitos setembros nos peçuelos da memória

Informação | 19 de Setembro de 2013

20 de Setembro

Foto: Divulgação/Assessoria

Por Fernando Furtado Velloso
Apesar de novo, carrego muitos setembros nos peçuelos da memória (como diz a música). Meu primeiro 20 de setembro oficial foi em 1985 e, na ocasião, desfilei no grupo da gurizada e dos petiços em Livramento (Movimento Nativo Upamoroti). Na época, esse assunto de gauchadas era bem coisa dita de “grosso”, especialmente para o pessoal da nossa capital. Mas com a naturalidade da criança e apoio da família eu cruzei a Andradas na contramão com orgulho e garbo de cavaleiro.

De lá pra cá (e se passaram mais de 25 anos), muito coisa mudou. A bombacha transita por todos os lados (até no brique da Redenção) e a pilcha tornou-se traje oficial no RS. Sejam dados muitos créditos ao Cavalo Crioulo e a ABCCC, que levaram a bota e a bombacha para todoo RS e, depois, para fora dele. De coisa de “bacudo” a bombacha virou quase moda para alguns mais urbanos, pelo menos na Expointer, Semana Farroupilha e Credenciadoras.

Transportando o assunto para a pecuária, sempre ouvi muitos críticos indicando que o gauchismo era uma das grandes causas de alguns atrasos no campo, alegando que o tradicionalismo era o responsável pelos baixos índices produtivos, pelas práticas inadequadas de manejo e no trato com os animais. Sempre lamentei muito em ouvir este tipo de distorção e também do tom pejorativo que muitos se referem ao “gauchinho”. Pois bem, ouvi e copio de um amigo que sempre repetia que “só há problema quando as bombachas saem das pernas e sobem para a cabeça”. Tradição e tecnologia, cultura e produtividade, pilchas e eficiência no campo podem viver em harmonia e já estão alinhadas em muitas propriedades de nosso Estado.

Aliar produção e carne de qualidade com história, cultura e valores do campo é um trunfo do RS. É um diferencial competitivo e será cada vez mais. Os que criticam gratuitamente as nossas tradições e formação cultural por certo não têm o DNA do campo. Encerro por aqui e me despeço. Já é passada a hora de imalar arreios pra quebrar mais um 20!

 

Maisartigos

  • Pecuária do Sul: vamos azebuar tudo !!!

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha (É o paradoxo estendido na areia, do Pampa) Nesta busca mensal de temas atuais para este espaço na Revista AG, venho sempre trocando ideias com a editora da Revista AG, Thaise Teixeira. Trocamos mensagens sobre as pautas principais da ediç...
  • Angus Recalada: tecnologia, genética e touros para a pecuária moderna

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Saudações.

    Nesta mesma época em 2019, trouxemos neste catálogo um pouco dos fundamentos técnicos considerados pelo programa de seleção da Cabanha Recalada para: Crescimento e Carcaça. Reprodução e Maternal, e Adaptação e Função. Os quesitos indicados para realizarmos seleção efetiva nestas áreas seguem v...
  • Montana vende touros por R$ 12,5 mil no leilão De Olho Na Fazenda

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Semana de leilões teve destaque para novilhas super precoces, com lance médio de R$ 7,3 mil

    O Programa Montana comercializou 45 touros e 17 novilhas durante o programa De Olho na Fazenda, realizado entre 14 e 17 de setembro. O lance médio para os machos chegou a R$ 12.500,00, enquanto para as fêmeas foi de R$ 7.300,00...
  • Lote 6 - Recalada 139 Combate

    Informação | 01 de Outubro de 2020
    Destaque - Angus Recalada 2020
    07/10 - Pelotas - Lance Rural

    Lote 6 - Recalada 139 Combate
     (SAV Resource x SAV Bismark)
    Homozigoto Preto 
    Dupla Marca
    Touro Jovem Promebo 2019 (TJ) 
    Suporte Técnico:
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha Velloso      - 051 9 9835 8100
    José Pedro - 051 9 8244 2631

    Consulte cat...
  • Leilão Charolês 50 anos faz R$ 13,2 mil nos touros

    Informação | 29 de Setembro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Realizado neste sábado (26/09) o Leilão Charolês 50 Anos alcançou muito bons resultados em sua edição virtual. Os touros foram comercializados por R$ 13,2 mil e as terneiras por R$ 5,8 mil. Também foram ofertados 40 embriões com valor médio de R$ 2,3 mil.
    Entre os destaques da venda estão: Jotabe Otto 6071 ...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais