Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 20/11/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

E se foi a tourada

Leilões | 05 de Dezembro de 2013

E se foi a tourada...

Foto: Divulgação/Assessoria

Por Fernando Furtado Velloso 
 
A temporada de leilões de primavera 2013 foi considerada por muitos como a melhor dos últimos anos. Os levantamentos do Correio do Povo, Revista DBO e Assessoria Agropecuária indicam a venda de mais de 4,6 mil touros em leilões com média acima de R$7 mil, ou seja, valor superior a quatro bons novilhos (de 460 a 480 quilos). Esta primeira informação já é positiva aos produtores de genética, pois, usualmente, um bom reprodutor corresponde entre três a quatro novilhos e, em 2013, superamos esta referência.

As variações de valores foram extremas neste ano e alguns leilões chegaram a médias impensáveis, em torno de R$ 12 mil (ex: GAP Genética com Angus e Brangus, Bela Vista e Reculuta & São Bento com Braford) e, na outra ponta, alguns leilões tiveram dificuldade de se aproximar dos R$ 6 mil (mesmo em leilões ditos tradicionais). Esta grande variação de resultado para o mesmo tipo de produto nos dá algumas sinalizações: o comprador de touros está mais exigente e disposto a pagar mais por um produto considerado superior, é possível agregar bastante valor na produção de reprodutores, a construção de marcas fortes em pecuária é uma realidade (e muitas cabanhas com marcas de valor colheram resultado nesta temporada), a intensificação dos sistemas de produção em pecuária estão gerando mais valor para os reprodutores.

Na condição de técnico, inserido no meio da produção de genética, fico muito satisfeito em ver estes resultados positivos. Também considero positivo perceber a grande diferenciação que alguns plantéis estão alcançando em nosso mercado. Para aqueles que obtiveram boas vendas e valores remuneratórios para a produção de touros ficam os nossos parabéns. Este sucesso não é moda e nem fato isolado, mas sim colheita da construção de marcas fortes e sérias, da fidelização de clientes satisfeitos com touros de qualidade e da expectativa e necessidade de cada vez produzir melhores terneiros.


Maisartigos

  • Anguistas e branguistas: é passada a hora do marmoreio

    Genética, Informação | 18 de Novembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A essa altura do campeonato da carne de qualidade no Brasil, zero novidade falar em marmoreio. Mas, para os selecionadores, especialmente das raças Angus e Brangus, é o momento de olhar e agir com mais atenção para animais superiores genetica...
  • Aliança Braford faz R$ 8,3 mil para touros em Lavras do Sul

    Informação | 27 de Outubro de 2019
    Foto: Katega Vaz
    Dando continuidade aos remates oficializados pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), foi realizado no último sábado, dia 19 de outubro, no Sindicato Rural de Lavras do Sul (RS), mais uma edição do Remate Aliança Braford, promovido pelas Estâncias Cochilhas, Pontezuela, Três Marias e São Bento. ...
  • Touros: do Colonial ao Genômico

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Redigo, hoje, influenciado pela atmosfera da temporada de primavera do Rio Grande do Sul, pois já foi dada alargada e ainda estou envolvido com acertos, fretes e documentos de alguns touros adquiridos para clientes no leilão da GAP Genética. R...
  • Genética Nacional: Panorama dos touros Angus e Brangus nas centrais de inseminação

    Genética, Informação, Mercado | 16 de Setembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Angus, Nelore e Brangus dominam o mercado de inseminação de bovinos de corte no Brasil. Exagero? Vamos aos números. Conforme a ASBIA, em 2018, as raças de corte venderam, no Brasil, aproximadamente, 9,6 milhões de doses. Da raça Angus, 4,9 milhões de doses foram vendidas; seguida por Nelore, com 3,3 milhões; e Br...
  • Touro Dupla Marca é a geladeira com selo A

    Genética, Informação | 15 de Agosto de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Redigir e discutir critérios de escolha de touros é tema que se repete, mas é matéria sem fim e que se renova a cada temporada de leilões de reprodutores e aquisição de sêmen. A necessidade se apresenta a cada ano, e os fatores que participam da decisão vão se tornando mais complexos com a incorporação cresce...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais