Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 28/02/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Churrasco gaúcho: segurança regional

Carne | 26 de Dezembro de 2014

Prof. Júio Barcellos

Foto: Divulgação/Assessoria

Prof. Júlio Barcellos *
A segurança alimentar é o principal desafio do futuro, pois terra e água são cada vez mais escassos para a produção de alimentos. Essas preocupações parecem irrelevantes, afinal estamos entre os principais exportadores de alimentos. Entretanto, já vivemos períodos de escassez onde filas eram formadas para comprar leite, pão e carne bovina. O alimento típico do gaúcho, a carne de gado, objeto deste texto, há 50 anos, produzia manchetes como “Carne só volta aos açougues em 1965”. Às vésperas de 2015, talvez o leitor não entenda a lógica deste artigo.


Vale explicar que nos últimos meses o tema da escassez de carne reapareceu. Perguntam-nos se temos gado e produzimos carne suficiente para abastecer os gaúchos, especialmente porque aumentou o preço do churrasco. Criar barreiras para não “deixar” nosso gado ser “exportado” para outras regiões, tem surgido como solução. Talvez, agora o leitor entenda: estamos discutindo a segurança alimentar regional – o churrasco. O que está acontecendo é apenas o desequilíbrio conjuntural entre a oferta e a procura e os seus reflexos no preço da carne. Nossa produção é a pasto e nos meses de junho e julho, por causa do inverno, os abates sofrem redução, provocando um aumento do preço do boi e no preço pago pelo consumidor. À medida que o clima vai melhorando a oferta também se ajusta. Além disso, o RS possui um rebanho para carne estimado em 12 milhões de cabeças, e 93% da produção é consumida aqui. Ainda sobram 7% que é vendida a Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Portanto, a circunstancial falta de carne não está relacionada ao tamanho do rebanho bovino ou com a baixa produtividade da pecuária e, menos ainda, com as exportações de gado em pé.

A produtividade da pecuária vem aumentando e o número de animais para o abate cresce no Estado, portanto, de forma alguma preocupa o abastecimento e a soberania do suprimento de carne. De outra parte, existem práticas do varejo que podem, a qualquer momento, oferecer cortes de carne bovina oriunda das regiões norte, centro-oeste do Brasil e até mesmo do Uruguai. Isto é uma decisão estratégica do setor e não está relacionada com a escassez da carne gaúcha. Atualmente, os pecuaristas têm o seu gado disputado por vários frigoríficos e o merecido reconhecimento pelos esforços feitos na qualificação da produção. Isso tem assegurado ao consumidor uma carne saudável e saborosa em qualquer ponto de venda. Agora, a fila é outra, em busca da excelência, diferente daquela do passado, da escassez. Assim, as ameaças à soberania do churrasco gaúcho não passam de informações desatualizadas e assimétricas na cadeia produtiva da carne bovina.

*Coord. do Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (Nespro/ UFRGS) JOSÉ FERNANDO PIVA LOBATO* Professor do Dep. de Zootecnia da Faculdade de Agronomia da UFRGS

Artigo publicado no Caderno Campo & Lavoura (23/12/2014) 

Maisartigos

  • Negocio Direto: fazendo em vez de esperar

    Informação, Mercado | 14 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A ação é melhor que a inércia. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer. Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé, e por aí vai. O propósito deste meu texto é compartilhar algumas informações sobre o Grupo de Produtores...
  • EAD pode causar prejuízos na formação do médico veterinário

    Informação | 09 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por João Carlos Gonzales, presidente da Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária

    A recente autorização governamental para que instituições com curso de medicina veterinária utilizem 40% do tempo na forma de ensino a distância (EAD), isto é, por correspondência e/ou internet, despertou a atenção para pos...
  • SC: Verdi realiza bonificação dos primeiros animais Hereford e Braford

    Informação | 06 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Frigorífico catarinense e ABHB fizeram abate certificado pelo programa Carne Pampa Aconteceu no dia 4 de fevereiro o primeiro abate experimental certificado pelo Programa Carne Pampa, da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) do Frigorífico Verdi, localizado no município de Pouso Redondo (SC). Foram reu...
  • ABS NEO: Produtor comemora taxa de prenhez acima de 55% com o uso de embriões

    Informação | 06 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Resultado foi registrado na Fazenda Maranata, no norte do Tocantins O ABS NEO vem se tornando um produto cada vez mais popular entre os produtores. Após decidir investir na solução genética da ABS, um produtor do norte do Tocantins obteve resultados impressionantes já na primeira aplicação - com 204 embriões tra...
  • Angus Austrália: ganhos com a seleção para docilidade

    Informação | 30 de Janeiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Uma das características em que os pecuaristas dão alto nível de importância ao tomar decisões de seleção, se não a característica mais importante, é o temperamento. Esta importância foi destacada em uma pesquisa recente com mais de 1.200 produtores de carne bovina na Austrália, que constatou que o temperamen...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais