Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 16/02/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

ABS NEO: com 1 ano de mercado, nova tecnologia conquista criadores

Informação | 28 de Janeiro de 2016

Durante o período, ABS NEO cresceu tanto que se tornou um dos pilares para o futuro crescimento da empresa

Ele tem apenas um ano de mercado e já é um dos produtos mais importantes do portfólio da ABS Global. O sucesso do revolucionário ABS NEO, lançado em dezembro de 2015, já é registrado em todas as regiões brasileiras e, com as vendas expressivas, se tornou um dos pilares para o futuro crescimento da ABS.

O gerente de Mercado e Contas Chave da ABS Pecplan, Frederico Glaser, atribui o sucesso a vantagens como aumento da velocidade de ganho genético, facilidade na implantação e possibilidade de melhor organização da rotina reprodutiva da Fazenda. “O mercado está reconhecendo a importância dessa tecnologia para a promoção da lucratividade do negócio. E, agora, promete ser a grande tecnologia desta estação de corte” ressalta.

O ABS NEO é o primeiro fruto depois da aquisição da IVB (In Vitro Brasil) pela ABS, oferecendo melhoramento genético já pronto via embriões congelados por uma tecnologia exclusiva IVB Transfer. Ainda de acordo com Glaser, os primeiros resultados reprodutivos deram ainda mais garantia da eficiência e viabilidade do produto, contribuindo para o sucesso do ABS NEO. “Os pecuaristas que investiram, no início de forma cautelosa, registraram índices de concepção expressivos e, com isso, e pouco tempo, nos procuraram de novo e aumentaram o negocio”, comenta.

É o caso de Ilson Correa, diretor da Agropecuária Grendene, que testou a tecnologia com 200 embriões. O resultado de mais de 53% de taxa de concepção o animou a dobrar os investimentos de imediato e, agora, já planeja uma utilização ainda maior em 2017. “O ABS Neo me possibilita um melhor planejamento de manejo do gado. Minha intenção, é começar a produção de embriões em abril e começar a transferência em julho, garantindo que os bezerros nasçam em época estratégica para o grupo”, ressalta.

A Cialne (Companhia de Alimentos do Nordeste), uma das maiores produtoras de alimento do mundo, já se transformou em uma grande cliente ABS NEO. Já foram 1.100 embriões transferidos e a expectativa, como conta o médico veterinário Péricles Montezuma, que monitora o rebanho, é continuar investindo na tecnologia. “O ABS NEO é um grande aliado na busca por buscar fixar nossos animais em meio sangue Girolando”, comenta, lembrando que a taxa de concepção chegou a mais de 57%.
No sul, a tecnologia também faz sucesso. O criador Thiago Mascarenhas Jobim Van Hoogstraten, da Fazenda FIlipinhos em Dilemarndo Aguiar (Rio Grande do Sul), que é parceiro da ABS há mais de 10 anos na compra de sêmen, começou a investir no ABS NEO. O foco é a linha Nelore Pro com genética do Rancho da Matinha. “Buscamos um animal lucrativo e adaptado a nossa região e essa ferramenta ABS NEO para a produção nos interessou muito", elogia.

Linhas Genéticas

Pelo ABS NEO, o melhoramento já vem pronto através de um rigoroso processo de seleção para características produtivas. Foram projetadas e elaboradas linhas genéticas para atender as principais necessidades do campo. Atualmente, estão disponíveis: Nelore Pro, Nelore Reposição Eficiente, Senepol Plus, Produtividade Leiteira, Leite A Pasto e Tecnologia Leiteira.

São rebanhos parceiros da ABS, fornecendo genética materna para o ABS NEO: Rancho d a Matinha, Tulipa Agropecuária, Nelore RG, Jacarezinho Agropecuária, Santa Luzia, Xapetuba, Agrindus, Estância Silvania e Senepol San.

Fonte: ABS Pecplan

Maisartigos

  • Mitos e verdades do cruzamento (Por B. Lynn Gordon, Beef Magazine)

    Informação | 26 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os Cruzamentos e a heterose resultante têm sido utilizados por gerações. Mas ainda restam discussões.

    Há sempre muita discussão e debate na pecuária de corte sobre o cruzamento. Dois pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas se uniram para responder a algumas das perguntas mais comuns que os pecuaristas faz...
  • Idade da vaca e produtividade (Quando ela está velha demais?) - Derrel Peel (Oklahoma University, EUA)

    Informação | 16 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Outubro é tradicionalmente época de desmame dos bezerros e o descarte de vacas para a temporada de parição na primavera nos EUA. No momento de descarte de matrizes os criadores enfrentam decisões difíceis. O descarte ótimo no rebanho requer uma bola de cristal afiada que poderia ver o futuro.

    Se o regime de chuvas...
  • Carne gaúcha: uma trajetória de terra, campo e gente (Por Roberto Grecellé - SEBRAE)

    Informação | 14 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O dia a dia da pecuária de corte brasileira tem sido em favor da qualidade da carne produzida. Nas fazendas e nas indústrias, seja pelo zelo, pelos investimentos ou pelo aperfeiçoamento nos processos produtivos, os atores desta cadeia se empenham em produzir a cada dia uma carne de qualidade superior. Sim, é possíve...
  • Pecuária de corte: uma opinião para o novo governo

    Informação | 13 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Barcellos, Prof. Titular, Fac. de Agronomia – NESPro/UFRGS

    Numa análise mais crítica, é preciso entender que desde que surgiu a palavra agronegócio em nosso vocabulário, é afirmado que em todas as suas dimensões só ocorrem “maravilhas”. O que é um profundo equívoco, quase viciado, de quem defe...
  • Comunicação como insumo fundamental para o agro

    Informação, Mercado | 11 de Janeiro de 2019
    Foto: AgroEffective
    Nestor Tipa Júnior
    Jornalista e pós graduado em Marketing no Agronegócio. Sócio-diretor da AgroEffective A agropecuária faz parte de um dos setores mais sensíveis à críticas e informações prejudiciais no Brasil. A opinião pública, por vezes, é severa nas cobranças aos produtores rurais e agroindústrias. Ba...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais