Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 15/12/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Pecuária em Alta: Teste de Progênie avalia capacidade reprodutiva dos touros Angus

Informação | 21 de Março de 2016

REALIZADO PELA ALTA GENETICS E PROGEN, O OBJETIVO É REUNIR DADOS QUE GABARITEM OS REPRODUTORES E NORTEIEM O TRABALHO DOS CRIADORES QUE UTILIZAM INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

A carência de touros brasilei­ros provados no mercado bra­sileiro é uma realidade. Atentas ao fato, a Alta Genetics e a Pro­gen, com o apoio da Associação Brasileira de Angus, Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agrope­cuária (Embrapa), iniciaram, no ano passado, um Teste de Pro­gênie da raça Angus para avaliar a capacidade reprodutiva dos touros, levando em consideração seus descendentes e permitindo catalogar uma série de informa­ções, como taxa de prenhez na Inseminação Artificial de Tempo Fixo (IATF) e os dados técnicos de Diferença Esperada de Progê­nies (DEPs).

O lançamento oficial foi realizado na Expointer, na cidade de Esteio, no Rio Grande do Sul, considerada uma das maiores feiras de exposição de animais da América Latina. Para dar an­damento ao teste, a equipe con­ta com a coordenação técnica da Assessoria Agropecuária FF Velloso & Dimas Rocha. “Para que todos se beneficiem dos re­sultados do estudo, é preciso o comprometimento dos diferentes elos envolvidos”, ressalta a pre­sidente do Conselho Técnico da Angus, Susana Macedo Salvador.

Por ter mais facilidade de obter retorno de informações, a avaliação de 2015 focou em touros Puro de Origem (PO), que têm em sua genealogia pais com pelagem preta. A meta é avaliar seis touros por ano (cin­co com pelagem preta e um com pelagem vermelha). Todos remetidos à Progen. Inicialmen­te, cada animal teve 500 doses de sêmen coletadas para fins de Teste de Progênie. As do­ses foram utilizadas em reba­nhos pré-definidos, formados por matrizes registradas e par­ticipantes do Promebo. Outras duas mil doses de cada animal estão sendo comercializadas, especialmente para utilização em cruzamento industrial, com  acompanhamento da equipe da Alta Genetics.

Segundo o diretor da Progen, Fábio Barreto, a apresentação dos seis primeiros touros agradou bastante, gerando a expectativa de que, em maio do próximo ano, os primeiros resultados já estejam disponíveis. “É um trabalho muito importante para conseguirmos melhorar a genética da raça no Brasil. O desafio é termos os melhores animais com genética adaptada ao ambiente nacional”, explicou.

Os reprodutores foram selecionados dentre os cem integrantes do grupo de touros jovens superiores do Promebo. A seleção considerou os 50 exemplares com índice final acima de 20. Dos selecionados, cinco são exemplares pretos e um, vermelho. O destaque é a boa caracterização racial, aprumos corretos e avaliação genética superior.

Os seis touros pertencem à Estância Tradição, de Santa Vitória do Palmar (RS); Fazenda Rio da Paz, de Cascavel (PR); Cabanha Cantagalo, Santana do Livramento (RS); Cabanha Santo Antão, de Alegrete (RS); Cabanha São Xavier, de Tupanciretã (RS); e Tradição Azul, de Quaraí (RS).

“O Teste de Progênie vem ao encontro do compromisso da Alta junto à classe pecuarista, no sentido de selecionar e disponibilizar a melhor genética disponível nos programas das associações de raças, favorecendo a produtividade dos rebanhos e a lucratividade de seus negócios”, explica o gerente Distrital da Alta, Jorge Duarte.


Fonte: Publicado na Revista Pecuária em Alta (Edição Fev/Mar 2016) 

Maisartigos

  • ANGUS: touros com mais de 500 filhos avaliados

    Informação | 15 de Dezembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Os sumários de touros são boas fontes para compreendermos os movimentos que as raças vivem. As informações disponíveis vão muito além de saber a DEP do touro A ou B para peso ao nascer, perímetro escrotal e diferentes índices (desmam...
  • Anguistas e branguistas: é passada a hora do marmoreio

    Genética, Informação | 18 de Novembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A essa altura do campeonato da carne de qualidade no Brasil, zero novidade falar em marmoreio. Mas, para os selecionadores, especialmente das raças Angus e Brangus, é o momento de olhar e agir com mais atenção para animais superiores genetica...
  • Aliança Braford faz R$ 8,3 mil para touros em Lavras do Sul

    Informação | 27 de Outubro de 2019
    Foto: Katega Vaz
    Dando continuidade aos remates oficializados pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), foi realizado no último sábado, dia 19 de outubro, no Sindicato Rural de Lavras do Sul (RS), mais uma edição do Remate Aliança Braford, promovido pelas Estâncias Cochilhas, Pontezuela, Três Marias e São Bento. ...
  • Touros: do Colonial ao Genômico

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Redigo, hoje, influenciado pela atmosfera da temporada de primavera do Rio Grande do Sul, pois já foi dada alargada e ainda estou envolvido com acertos, fretes e documentos de alguns touros adquiridos para clientes no leilão da GAP Genética. R...
  • Genética Nacional: Panorama dos touros Angus e Brangus nas centrais de inseminação

    Genética, Informação, Mercado | 16 de Setembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Angus, Nelore e Brangus dominam o mercado de inseminação de bovinos de corte no Brasil. Exagero? Vamos aos números. Conforme a ASBIA, em 2018, as raças de corte venderam, no Brasil, aproximadamente, 9,6 milhões de doses. Da raça Angus, 4,9 milhões de doses foram vendidas; seguida por Nelore, com 3,3 milhões; e Br...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais