Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 10/08/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Ascensão da FIV na raça Senepol (IVB)

Informação | 07 de Abril de 2016

Parceria e Geração de Valor no desenvolvimento de novas oportunidades para os criadores

A Técnica
A Fertilização In Vitro (FIV) é atualmente a técnica mais eficiente para se realizar o melhoramento genético bovino. Seu processo consiste na seleção das melhores fêmeas do plantel (doadoras) acasaladas com os touros top disponíveis no mercado. Outro importante papel desempenhado pela FIV é a possibilidade de selecionar e reproduzir animais por características desejadas, como produtividade, fertilidade, habilidade materna, capacidade de pastoreio, ganho de peso, qualidade de carcaça, precocidade, docilidade e outras. Nos últimos anos, a demanda pela FIV tem crescido gradativamente entre os criadores da raça Senepol, principalmente por sua capacidade de reprodução em grande escala. Com a técnica é possível promover um grande salto entre gerações e além disso, permite potencializar ou modificar as características de um rebanho em apenas uma geração. A alta quantidade de oócitos por doadora, bem como a eficiência na conversão de embriões, permite aos criadores produzir um maior volume de filhos de uma determinada doadora ou de um determinado acasalamento. Os números também são expressivos, nos últimos três anos, a In Vitro Brasil produziu mais de 75 mil embriões Senepol, obtendo taxas médias de prenhez acima de 48% utilizando embriões a fresco e 43% com embriões congelados.


Embriões Congelados
Além da contribuição para o melhoramento genético da raça, a FIV também protagoniza a criação de um novo modelo de negócio para os criadores de Senepol, a comercialização de genética via embriões congelados. Os resultados satisfatórios, obtidos por meio desta técnica, também provê ao criador uma maior eficiência na reprodução de seu plantel. A possibilidade de produzir embriões durante o ano todo e armazená-los (congelados) para transferir somente na estação de monta, torna a reprodução dentro da fazenda ainda mais eficiente.

Receptoras
A utilização de receptoras é outro diferencial usufruído por criadores que utilizam a FIV. Os embri- ões produzidos in vitro podem ser transferidos em receptoras (barrigas de aluguel), que apenas desempenharão o papel de gestar o embrião até o seu nascimento. Desta forma, as principais doadoras do plantel ficam disponíveis durante um maior tempo para a aspiração (fornecimento de oócitos).

Otimização do Sêmen
Com a FIV é possível produzir até 70 embriões com apenas uma dose de sêmen. Esta otimização viabiliza aos criadores a utilização dos melhores touros do mercado, gerando uma considerável diluição do custo da genética do macho.

Sêmen Sexado
Com o sêmen sexado torna-se possível trabalhar a reprodução conforme o planejamento da fazenda. Quando a necessidade está voltada à reposição de matrizes (doadoras), utiliza-se o sêmen sexado de fêmea. Quando o objetivo é a produção de tourinhos, o criador pode utilizar o sêmen sexado de macho, obtendo desta forma em média 85% de animais com o sexo desejado.

Produção de Meio-sangue em Larga Escala
A agilidade ofertada pela FIV também pode ser utilizada em prol de projetos para a produção de animais de corte em larga escala. Com a possibilidade de aspirar as doadoras a cada 21 dias, a técnica pode ser utilizada para produzir animais destinados ao abate, utilizando animais melhoradores do próprio plantel. Isto geralmente ocorre na produção de animais meio sangue, o resultado são animais eficientes com menor tempo de abate e maior qualidade de carne e carcaça.

Crescimento
Mediante as inúmeras oportunidades que a FIV oferece, o volume de embriões produzidos, assim como o número de animais FIV registrados na Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol, tem crescido consideravelmente. Nos dois últimos anos, foram produzidos quase 85 mil embriões FIV, enquanto mais de 15 mil animais foram registrados neste mesmo período, um crescimento de mais de 20% de 2014 para 2015.

Fonte: ivbnews, abril/16

Maisartigos

  • Alta: Resgatando a pureza da raça Jersey, por Fábio N. Fogaça

    Genética | 10 de Agosto de 2020
    Foto: Alta Genetics
    Após alguns registros de problemas ocorridos com animais da raça Jersey em relação a genealogia, na qual foram encontradas gado bovino de outras raças como ancestrais desses animais, a Associação Americana de Jersey (AJCA) resolveu tomar medidas que visam recuperar a confiança no registro e na pureza desta catego...
  • USP: Evolução da IA em bovinos de corte e leite no Brasil (Edição 4 - 15/07/20)

    Informação | 16 de Julho de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    (O emprego da IA cresceu 270% de 2002 a 2019; Os produtores utilizam a IA com maior intensidade em rebanhos de corte)

    Boletim Eletrônico do Departamento de Reprodução Animal/FMVZ/USP - Edição 4, de 15 de julho de 2020  Editorial 

    Segundo estudos realizados pelo Departamento de Reprodução Animal da Faculdade de Medi...
  • Comprei um touro no Mercado Livre

    Informação, Mercado | 15 de Julho de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    "Há males que vêm para piorar tudo”, dizia um amigo pessimista. Acho graça no ditado adaptado, mas não o acompanho no raciocínio. A crise que estamos vivendo da Covid-19 está trazendo grandes avanços digitais em muitas áreas. Fala-se is...
  • Inovação argentina melhora a precisão das DEPs Genômicas

    Informação | 10 de Julho de 2020
    Foto: Valor Carne (www.valocarne.com.ar)
    Una metodología desarrollada por la FAUBA facilita la predicción de caracteres de interés económico, en especial de aquéllos difíciles y costosos de medir, utilizando relaciones de parentesco más refinadas. El cálculo no solo involucra a los padres, como los métodos de otros países, sino a los abuelos. El nuevo...
  • Seleção genômica em Hereford e Braford

    Genética, Informação | 01 de Julho de 2020
    Foto: Associação Brasileira de Hereford e Braford
    Por Marcos Jun-Iti Yokoo Até pouco tempo, nos programas de avaliação genética e seleção de bovinos de corte, a seleção assistida por marcadores moleculares utilizando-se de poucos marcadores do tipo microssatélites, salvo algumas exceções, não foi muito eficiente, uma vez que, geralmente, as características...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais