Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 09/12/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Leilões: História, suas Dinâmicas, e Psicologias - Cap. 4 - Início dos leilões feiras na Argentina

Informação | 17 de Novembro de 2016

                                                                                                              Texto de: Celso Jaloto Avila Junior – 17/Nov/2016

Com as Associações Rurais organizadas, foi mais do que natural o fomento para que os produtores reunissem em uma FEIRA, os produtos da produção de um município ou mesmo região. Foi o que aconteceu a partir de 1890. Surgiu a figura do “feriero”, ou seja, o encarregado da organização de uma feira de bovinos, que ocorriam em uma propriedade particular ou municipal. Ali eram leiloados três categorias de animais: para abate (já gordos), para invernar (engordar) e para criar.

Estas feira surge impulsionada pela necessidade de dar apoio a pequenos e médios produtores do interior que desejavam comercializar seus produtos sem ter que deslocar grandes distâncias até aos maiores centros. Este incremento ganha força, pois o comercio de gado se democratiza e rapidamente surge em toda a Argentina mais de duzentas empresas envolvidas neste comércio de leilão em feiras distribuídas em todo território.

O PRIMEIRO REMATE FEIRA registrado se realizou no dia 17 de novembro de 1893, na localidade de JEPPENER (Província de Buenos Aires) e foi realizado pela firma leiloeira ALCHOURRON HERMANOS, que havia sido fundada no ano anterior por BAUTISTA ALCHOURRON BELHEUMEUR, nascido em 1862 em Chascomús (Província de Buenos Aires) e falecido em dezembro de 1938.

Para nós esse tipo de negociação é aparentemente simples, mas quando Alchourron propôs, em 1892, esse tipo de leilão foi algo inovador. Isso permitiu pulverizar o mercado de gado, descongestionar os mercados regionais, diminuir gastos com fretes e facilitar o crédito agropecuário que até então era limitado.

Com o êxito obtido pelo primeiro remate, em seguida foram surgindo os demais como no ano de 1895 em RUFINO (Província de Santa Fé), e no ano de 1897 em LABOULAYE (Província de Córdoba).

O SEGUNDO REMATE FEIRA registrado se realizou no dia 18 de março de 1894, na localidade de BAHIA BLANCA e foi realizado pela firma leiloeira de RAMÓN OLACIREGUI, nascido em 1867 e falecido em dezembro de 1949.

Empresas e leiloeiros foram surgindo. Algumas foram mudando de nome pela aquisição de outra pessoa, passando de pai para filho, ou mesmo com a fusão de uma terceira. Negociações tal como acontecem até hoje. E assim foi se desenvolvendo os remates. Alguns grandes de sete mil ou dez mil cabeças em um só leilão e se sucediam de cidades em cidades.

A movimentação era grande, tal como os periodistas nos relatam o cotidiano da época:
“......con la llegada de hombres de trabajo, domadores, reseros que a lo mejor enganchaban outro viaje de vuelta a pagos lejanos, para amansar los chúcaros, com la llegada de invernadores y estancieros de los alfalfares del norte y del oeste.”

Ilustrações:
• Fotografia de Remate bovino na Argentina – Junin 1914
• Fotografia de Remate antigo na Argentina
• Fotografia de Remate na década de 60 na Argentina

Maisartigos

  • Anguistas e branguistas: é passada a hora do marmoreio

    Genética, Informação | 18 de Novembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A essa altura do campeonato da carne de qualidade no Brasil, zero novidade falar em marmoreio. Mas, para os selecionadores, especialmente das raças Angus e Brangus, é o momento de olhar e agir com mais atenção para animais superiores genetica...
  • Aliança Braford faz R$ 8,3 mil para touros em Lavras do Sul

    Informação | 27 de Outubro de 2019
    Foto: Katega Vaz
    Dando continuidade aos remates oficializados pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), foi realizado no último sábado, dia 19 de outubro, no Sindicato Rural de Lavras do Sul (RS), mais uma edição do Remate Aliança Braford, promovido pelas Estâncias Cochilhas, Pontezuela, Três Marias e São Bento. ...
  • Touros: do Colonial ao Genômico

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Redigo, hoje, influenciado pela atmosfera da temporada de primavera do Rio Grande do Sul, pois já foi dada alargada e ainda estou envolvido com acertos, fretes e documentos de alguns touros adquiridos para clientes no leilão da GAP Genética. R...
  • Genética Nacional: Panorama dos touros Angus e Brangus nas centrais de inseminação

    Genética, Informação, Mercado | 16 de Setembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Angus, Nelore e Brangus dominam o mercado de inseminação de bovinos de corte no Brasil. Exagero? Vamos aos números. Conforme a ASBIA, em 2018, as raças de corte venderam, no Brasil, aproximadamente, 9,6 milhões de doses. Da raça Angus, 4,9 milhões de doses foram vendidas; seguida por Nelore, com 3,3 milhões; e Br...
  • Touro Dupla Marca é a geladeira com selo A

    Genética, Informação | 15 de Agosto de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Redigir e discutir critérios de escolha de touros é tema que se repete, mas é matéria sem fim e que se renova a cada temporada de leilões de reprodutores e aquisição de sêmen. A necessidade se apresenta a cada ano, e os fatores que participam da decisão vão se tornando mais complexos com a incorporação cresce...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais