Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 24/10/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Leilões: História, suas Dinâmicas, e Psicologias - Cap. 7 - Leilão de pecuária mais antigo do Rio Grande do Sul

Informação | 17 de Novembro de 2016

                                                                                                           Texto de: Celso Jaloto Avila Junior – 17/Nov/2016

Faz-se necessário uma pesquisa mais aprofundada para se afirmar exatamente quando se deu o primeiro leilão de bovino no Rio Grande do Sul. Eu acredito que deve ter ocorrido algum leilão de bovino, entre 1910 e 1950, mas não pude confirmar. Entretanto, segundo muitos afirmam, o leilão de bovinos de uma Cabanha, mais antigo do Brasil, e que desde o primeiro ano até hoje, nunca foi interrompido, é o “Remate da Cabanha Santo Ângelo”. Estância que está localizada no município de Barra do Quaraí-RS, próximo da fronteira com a Argentina é um leilão anual, que iniciou sua atividade desde o ano de 1956. Consequentemente, este ano, no dia 05/Nov/16 ocorreu a 60ª edição deste leilão.

Como disse no início do texto, eu não posso afirmar, mas como as feiras agropecuárias no Rio Grande do Sul, começaram a partir de 1901 e se organizaram tornando-se oficiais, a partir de 1937, custa acreditar que desta data até o ano de 1956 ou 1957 não tenha ocorrido nenhum leilão de bovinos aqui no Estado.

Sabe-se também, que a Cabanha Julieta, localizada em Uruguaiana, e que pertencia ao Sr. Flodoardo Martins da Silva, realizou o seu “1º Remate anual de sua produção” em 1956. Constava como leiloeiro no ano de 1960, o Sr. Trajano de Lima e Silva. Mas, como observei, o Remate da Cabanha Santo Ângelo, teve seu início em 1957 e nunca deixou de realizar o seu evento, completando 60 anos neste ano de 2016.

O grupo “Irmãos Bastos Ltda”, fundado na década de 1930, era composto pelos sete filhos do casal Ângelo Martins Bastos e Corinta Carvalho Bastos. Eram eles: Felisbina, Hilda, Antonio, Telmo, Francisco, Ângelo e Luiz. A sociedade foi organizada para explorar as cinco estâncias da família: Pai Passo, Santo Ângelo, Umbu, Palma e Camoati. No início dos anos 40 a Cabanha Santo Ângelo começa a ser organizada com animais da raça Hereford, ovinos das raças Merino e Ideal, e cavalos Crioulos.

Em 1957 é realizado o primeiro remate da família Bastos. Dois dias de remates, um dia de bovinos e outro de ovinos. No primeiro dia Hereford e Aberdeen Angus. No outro dia ovinos Corriedale e Ideal. O remate era realizado na Estância Nazareth e naquele ano vendiam as Cabanhas (Santo Angelo, Camoati, São Bibiano e Paineiras). Este leilão ocorreu sendo realizado na Nazareth até o ano de 1962 e durante todo esse período o Leiloeiro era o uruguaio Juan Victor Ica.

Nesta época este remate era um grande acontecimento para a pecuária gaúcha. Vinham pecuarístas de todo o Estado. Carros e aviões surgiam de todos os lados.

A sociedade dos irmãos Bastos, formada em 1930, terminou em 1962 e a Cabanha Santo Ângelo passou a pertencer ao Dr. Ângelo Martins Bastos Filho. A partir deste ano a Santo Ângelo construiu o seu próprio local de remates e seus leilões permaneceram naquele local, até hoje. Neste ano, surge o Escritório Rural dos Irmãos Bastos Ltda. Trajano Silva assumiu como leiloeiro dos ovinos e Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto) era o leiloeiro dos bovinos.

Nas décadas de 1960 o Rio Grande do Sul, se destaca como pioneiro em leilões rurais do Brasil. Surgem grandes leiloeiros como Trajano Silva, Jarbas Knorr, entre outros, que fundaram suas empresas leiloeiras e que até hoje estão em atividades através de seus filhos e netos.

De 1972 a 1985, todo o remate da Santo Angelo passou a ser realizado unicamente pelo leiloeiro Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto). Porém, a partir de 1985 assumiu como leiloeiro, Fabio Crespo. Lá ele permanece até hoje como leiloeiro daquele remate. Exatamente a partir da década de 80 o cavalo crioulo é incorporado aos remates da Santo Angelo.

Ângelo Martins Bastos Filho ao falecer, em 1983, deixou a propriedade para seus sobrinhos (filhos de Luiz Martins Bastos) Jorge, Luiz Antonio, Carlos Alberto, Cristina e Paulo. Após fazerem uma composição das áreas, a Cabanha Santo Ângelo passou a ser de propriedade de Jorge Martins Bastos, que está a sua frente até hoje.

Hoje o Leilão da Santo Angelo com três parceiros, que estão juntos há mais de 15 anos. Agropecuária Santa Ana e Condomíno Odair Gonzales vendendo animais da raça Braford, e Estância Parayso com Aberdeen Angus.

Ilustrações:
• Fotografias dos Leilões da Cabanha Santo Ângelo – Barra do Quaraí-RS, década de 50 a 60.

Maisartigos

  • Pecuária do Sul: vamos azebuar tudo !!!

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha (É o paradoxo estendido na areia, do Pampa) Nesta busca mensal de temas atuais para este espaço na Revista AG, venho sempre trocando ideias com a editora da Revista AG, Thaise Teixeira. Trocamos mensagens sobre as pautas principais da ediç...
  • Angus Recalada: tecnologia, genética e touros para a pecuária moderna

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Saudações.

    Nesta mesma época em 2019, trouxemos neste catálogo um pouco dos fundamentos técnicos considerados pelo programa de seleção da Cabanha Recalada para: Crescimento e Carcaça. Reprodução e Maternal, e Adaptação e Função. Os quesitos indicados para realizarmos seleção efetiva nestas áreas seguem v...
  • Montana vende touros por R$ 12,5 mil no leilão De Olho Na Fazenda

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Semana de leilões teve destaque para novilhas super precoces, com lance médio de R$ 7,3 mil

    O Programa Montana comercializou 45 touros e 17 novilhas durante o programa De Olho na Fazenda, realizado entre 14 e 17 de setembro. O lance médio para os machos chegou a R$ 12.500,00, enquanto para as fêmeas foi de R$ 7.300,00...
  • Lote 6 - Recalada 139 Combate

    Informação | 01 de Outubro de 2020
    Destaque - Angus Recalada 2020
    07/10 - Pelotas - Lance Rural

    Lote 6 - Recalada 139 Combate
     (SAV Resource x SAV Bismark)
    Homozigoto Preto 
    Dupla Marca
    Touro Jovem Promebo 2019 (TJ) 
    Suporte Técnico:
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha Velloso      - 051 9 9835 8100
    José Pedro - 051 9 8244 2631

    Consulte cat...
  • Leilão Charolês 50 anos faz R$ 13,2 mil nos touros

    Informação | 29 de Setembro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Realizado neste sábado (26/09) o Leilão Charolês 50 Anos alcançou muito bons resultados em sua edição virtual. Os touros foram comercializados por R$ 13,2 mil e as terneiras por R$ 5,8 mil. Também foram ofertados 40 embriões com valor médio de R$ 2,3 mil.
    Entre os destaques da venda estão: Jotabe Otto 6071 ...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais