Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 17/06/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Leilões: História, suas Dinâmicas, e Psicologias - Cap. 7 - Leilão de pecuária mais antigo do Rio Grande do Sul

Informação | 17 de Novembro de 2016

                                                                                                           Texto de: Celso Jaloto Avila Junior – 17/Nov/2016

Faz-se necessário uma pesquisa mais aprofundada para se afirmar exatamente quando se deu o primeiro leilão de bovino no Rio Grande do Sul. Eu acredito que deve ter ocorrido algum leilão de bovino, entre 1910 e 1950, mas não pude confirmar. Entretanto, segundo muitos afirmam, o leilão de bovinos de uma Cabanha, mais antigo do Brasil, e que desde o primeiro ano até hoje, nunca foi interrompido, é o “Remate da Cabanha Santo Ângelo”. Estância que está localizada no município de Barra do Quaraí-RS, próximo da fronteira com a Argentina é um leilão anual, que iniciou sua atividade desde o ano de 1956. Consequentemente, este ano, no dia 05/Nov/16 ocorreu a 60ª edição deste leilão.

Como disse no início do texto, eu não posso afirmar, mas como as feiras agropecuárias no Rio Grande do Sul, começaram a partir de 1901 e se organizaram tornando-se oficiais, a partir de 1937, custa acreditar que desta data até o ano de 1956 ou 1957 não tenha ocorrido nenhum leilão de bovinos aqui no Estado.

Sabe-se também, que a Cabanha Julieta, localizada em Uruguaiana, e que pertencia ao Sr. Flodoardo Martins da Silva, realizou o seu “1º Remate anual de sua produção” em 1956. Constava como leiloeiro no ano de 1960, o Sr. Trajano de Lima e Silva. Mas, como observei, o Remate da Cabanha Santo Ângelo, teve seu início em 1957 e nunca deixou de realizar o seu evento, completando 60 anos neste ano de 2016.

O grupo “Irmãos Bastos Ltda”, fundado na década de 1930, era composto pelos sete filhos do casal Ângelo Martins Bastos e Corinta Carvalho Bastos. Eram eles: Felisbina, Hilda, Antonio, Telmo, Francisco, Ângelo e Luiz. A sociedade foi organizada para explorar as cinco estâncias da família: Pai Passo, Santo Ângelo, Umbu, Palma e Camoati. No início dos anos 40 a Cabanha Santo Ângelo começa a ser organizada com animais da raça Hereford, ovinos das raças Merino e Ideal, e cavalos Crioulos.

Em 1957 é realizado o primeiro remate da família Bastos. Dois dias de remates, um dia de bovinos e outro de ovinos. No primeiro dia Hereford e Aberdeen Angus. No outro dia ovinos Corriedale e Ideal. O remate era realizado na Estância Nazareth e naquele ano vendiam as Cabanhas (Santo Angelo, Camoati, São Bibiano e Paineiras). Este leilão ocorreu sendo realizado na Nazareth até o ano de 1962 e durante todo esse período o Leiloeiro era o uruguaio Juan Victor Ica.

Nesta época este remate era um grande acontecimento para a pecuária gaúcha. Vinham pecuarístas de todo o Estado. Carros e aviões surgiam de todos os lados.

A sociedade dos irmãos Bastos, formada em 1930, terminou em 1962 e a Cabanha Santo Ângelo passou a pertencer ao Dr. Ângelo Martins Bastos Filho. A partir deste ano a Santo Ângelo construiu o seu próprio local de remates e seus leilões permaneceram naquele local, até hoje. Neste ano, surge o Escritório Rural dos Irmãos Bastos Ltda. Trajano Silva assumiu como leiloeiro dos ovinos e Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto) era o leiloeiro dos bovinos.

Nas décadas de 1960 o Rio Grande do Sul, se destaca como pioneiro em leilões rurais do Brasil. Surgem grandes leiloeiros como Trajano Silva, Jarbas Knorr, entre outros, que fundaram suas empresas leiloeiras e que até hoje estão em atividades através de seus filhos e netos.

De 1972 a 1985, todo o remate da Santo Angelo passou a ser realizado unicamente pelo leiloeiro Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto). Porém, a partir de 1985 assumiu como leiloeiro, Fabio Crespo. Lá ele permanece até hoje como leiloeiro daquele remate. Exatamente a partir da década de 80 o cavalo crioulo é incorporado aos remates da Santo Angelo.

Ângelo Martins Bastos Filho ao falecer, em 1983, deixou a propriedade para seus sobrinhos (filhos de Luiz Martins Bastos) Jorge, Luiz Antonio, Carlos Alberto, Cristina e Paulo. Após fazerem uma composição das áreas, a Cabanha Santo Ângelo passou a ser de propriedade de Jorge Martins Bastos, que está a sua frente até hoje.

Hoje o Leilão da Santo Angelo com três parceiros, que estão juntos há mais de 15 anos. Agropecuária Santa Ana e Condomíno Odair Gonzales vendendo animais da raça Braford, e Estância Parayso com Aberdeen Angus.

Ilustrações:
• Fotografias dos Leilões da Cabanha Santo Ângelo – Barra do Quaraí-RS, década de 50 a 60.

Maisartigos

  • Pablo Bove Itzaina: “O show é caro para a Brangus aqui no Uruguai”

    Exposição, Informação | 16 de Junho de 2019
    Foto: El País
    Por Pablo Mestre/El Pais Rurales (15/06/19) 

    A los 31 años fue el jurado más joven de la Expo Nacional Brangus en Argentina que reunió a 450 reproductores de 70 cabañas. Aseguró que se enfrentó al mejor Brangus de la región y se mostró emocionado por la distinción de los criadores del vecino país. El director d...
  • O nome do terneiro gaúcho é R$ 6,50

    Informação | 14 de Junho de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Na data que redijo este texto (23/05), está praticamente encerrada a temporada de outono das feiras de terneiros no Rio Grande do Sul. Restam ainda alguns leilões neste final de maio e início de junho, mas estamos quase no fim. Quando os a...
  • Brangus: ABB e Ufrgs assinam convênio de cooperação técnica

    Informação | 10 de Junho de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Acordo prevê atividades de pesquisa na área de tecnologia de imagens e transferência de material genético e equipamentos Um convênio de Cooperação Técnica entre a Associação Brasileira de Brangus (ABB) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul foi assinado nesta segunda-feira, 10 de junho, em Porto Alegre ...
  • Santa Maria sediou a III Exposição Nacional de Rústicos Brangus

    Exposição, Informação | 07 de Junho de 2019
    Foto: Bezier Filmes
    A III Exposição Nacional de Rústicos Brangus, promovida pelo Núcleo Brangus Sul, ocorreu nos dias 15 a 17 de maio no Parque de Exposições da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e integrou a programação da 28ª edição da Encorte. O julgamento, realizado no dia 17, contou com a participação de dez criat...
  • MAPA: Avançam negociações para exportação de gado vivo para Laos

    Informação | 03 de Junho de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Secretário adjunto de Comércio e Relações Internacionais do Mapa esteve no país na última semana em missão oficial
    O governo de Laos vai enviar cartas oficiais aprovando integralmente os requisitos propostos pelo Brasil para a exportação de animais vivos (bovinos para reprodução, engorda e abate) e carne de ave...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais