Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 19/04/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Leilões: História, suas Dinâmicas, e Psicologias - Cap. 7 - Leilão de pecuária mais antigo do Rio Grande do Sul

Informação | 17 de Novembro de 2016

                                                                                                           Texto de: Celso Jaloto Avila Junior – 17/Nov/2016

Faz-se necessário uma pesquisa mais aprofundada para se afirmar exatamente quando se deu o primeiro leilão de bovino no Rio Grande do Sul. Eu acredito que deve ter ocorrido algum leilão de bovino, entre 1910 e 1950, mas não pude confirmar. Entretanto, segundo muitos afirmam, o leilão de bovinos de uma Cabanha, mais antigo do Brasil, e que desde o primeiro ano até hoje, nunca foi interrompido, é o “Remate da Cabanha Santo Ângelo”. Estância que está localizada no município de Barra do Quaraí-RS, próximo da fronteira com a Argentina é um leilão anual, que iniciou sua atividade desde o ano de 1956. Consequentemente, este ano, no dia 05/Nov/16 ocorreu a 60ª edição deste leilão.

Como disse no início do texto, eu não posso afirmar, mas como as feiras agropecuárias no Rio Grande do Sul, começaram a partir de 1901 e se organizaram tornando-se oficiais, a partir de 1937, custa acreditar que desta data até o ano de 1956 ou 1957 não tenha ocorrido nenhum leilão de bovinos aqui no Estado.

Sabe-se também, que a Cabanha Julieta, localizada em Uruguaiana, e que pertencia ao Sr. Flodoardo Martins da Silva, realizou o seu “1º Remate anual de sua produção” em 1956. Constava como leiloeiro no ano de 1960, o Sr. Trajano de Lima e Silva. Mas, como observei, o Remate da Cabanha Santo Ângelo, teve seu início em 1957 e nunca deixou de realizar o seu evento, completando 60 anos neste ano de 2016.

O grupo “Irmãos Bastos Ltda”, fundado na década de 1930, era composto pelos sete filhos do casal Ângelo Martins Bastos e Corinta Carvalho Bastos. Eram eles: Felisbina, Hilda, Antonio, Telmo, Francisco, Ângelo e Luiz. A sociedade foi organizada para explorar as cinco estâncias da família: Pai Passo, Santo Ângelo, Umbu, Palma e Camoati. No início dos anos 40 a Cabanha Santo Ângelo começa a ser organizada com animais da raça Hereford, ovinos das raças Merino e Ideal, e cavalos Crioulos.

Em 1957 é realizado o primeiro remate da família Bastos. Dois dias de remates, um dia de bovinos e outro de ovinos. No primeiro dia Hereford e Aberdeen Angus. No outro dia ovinos Corriedale e Ideal. O remate era realizado na Estância Nazareth e naquele ano vendiam as Cabanhas (Santo Angelo, Camoati, São Bibiano e Paineiras). Este leilão ocorreu sendo realizado na Nazareth até o ano de 1962 e durante todo esse período o Leiloeiro era o uruguaio Juan Victor Ica.

Nesta época este remate era um grande acontecimento para a pecuária gaúcha. Vinham pecuarístas de todo o Estado. Carros e aviões surgiam de todos os lados.

A sociedade dos irmãos Bastos, formada em 1930, terminou em 1962 e a Cabanha Santo Ângelo passou a pertencer ao Dr. Ângelo Martins Bastos Filho. A partir deste ano a Santo Ângelo construiu o seu próprio local de remates e seus leilões permaneceram naquele local, até hoje. Neste ano, surge o Escritório Rural dos Irmãos Bastos Ltda. Trajano Silva assumiu como leiloeiro dos ovinos e Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto) era o leiloeiro dos bovinos.

Nas décadas de 1960 o Rio Grande do Sul, se destaca como pioneiro em leilões rurais do Brasil. Surgem grandes leiloeiros como Trajano Silva, Jarbas Knorr, entre outros, que fundaram suas empresas leiloeiras e que até hoje estão em atividades através de seus filhos e netos.

De 1972 a 1985, todo o remate da Santo Angelo passou a ser realizado unicamente pelo leiloeiro Carlos Alberto Martins Bastos (Cabeto). Porém, a partir de 1985 assumiu como leiloeiro, Fabio Crespo. Lá ele permanece até hoje como leiloeiro daquele remate. Exatamente a partir da década de 80 o cavalo crioulo é incorporado aos remates da Santo Angelo.

Ângelo Martins Bastos Filho ao falecer, em 1983, deixou a propriedade para seus sobrinhos (filhos de Luiz Martins Bastos) Jorge, Luiz Antonio, Carlos Alberto, Cristina e Paulo. Após fazerem uma composição das áreas, a Cabanha Santo Ângelo passou a ser de propriedade de Jorge Martins Bastos, que está a sua frente até hoje.

Hoje o Leilão da Santo Angelo com três parceiros, que estão juntos há mais de 15 anos. Agropecuária Santa Ana e Condomíno Odair Gonzales vendendo animais da raça Braford, e Estância Parayso com Aberdeen Angus.

Ilustrações:
• Fotografias dos Leilões da Cabanha Santo Ângelo – Barra do Quaraí-RS, década de 50 a 60.

Maisartigos

  • Como produzir o Touro Jovem Angus nº1? (Ou em outra raça)

    Genética, Informação, Mercado | 15 de Abril de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Envolvido em nossas tarefas rotineiras com reprodutores e, atualmente, mais com doadores de sêmen ou candidatos a tal, troquei, em 21 de março, várias mensagens com o nosso colega e cliente Ney Conti, da empresa Zebu Fértil. Em uma delas, revisando documentos de novos touros Angus que terão sêmen coletado, falávam...
  • IATF gera ganhos que superam R$ 3,5 bilhões nas cadeias de produção de carne e de leite

    Genética, Informação, Mercado | 28 de Março de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Boletim Eletrônico do Departamento de Reprodução Animal/FMVZ/USP
    Edição 2, de 21 de março de 2019

    (Cada R$1,00 investido na tecnologia gera retorno de R$4,50; Mercado conta com 3.800 especialistas no campo) Segundo estimativas do Departamento de Reprodução Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da ...
  • Céu de brigadeiro para a terneirada

    Genética, Informação, Mercado | 15 de Março de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha Os analistas de mercado se debruçam sobre séries históricas de preços, estoque, abates, mercado futuro, mercado de grãos, precipitação, cenários políticos e econômicos nacional e internacional para traçar tendências de preço para o...
  • Embrapa: Algoritmos no comando das nossas vidas

    Genética, Informação, Mercado | 19 de Fevereiro de 2019
    Foto: Imagens da Internet
    Algoritmos fazem, cada vez mais, parte das nossas vidas, razão por que precisamos entender o que são e as possibilidades que nos oferecem. É fácil entender a função dos algoritmos quando os comparamos, por exemplo, a uma simples receita. Para fazer um bolo é necessário seguir um conjunto definido de instruções ...
  • "Debreia" nas DEPs

    Genética, Informação, Mercado | 15 de Fevereiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Não se assustem, pois não venho aqui questionar ou criticar o uso dos dados dos programas de melhoramento de bovinos, pois participo desta igreja e também sou um pregador da seleção objetiva. Talvez eu faça mais esta pregação que muitos p...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais