Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 16/02/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Angus Austrália: por mais benefícios da genômica

Informação | 14 de Março de 2017

GENÔMICA, o termo dado para descrever um gama de tecnologias baseadas em DNA relacionadas à estrutura, função, evolução e mapeamento de genomas, é uma ciência que recebe muito interesse em todo o mundo entre criadores de todas espécies.

Em abril de 2011, o primeiro grupo de EBVs (Estimated Breeding Value) foi calculado na avaliação genética do Angus BreedPlan incluindo informação genômica.
Este foi o anúncio de uma nova era para avaliação genética de animais Angus na Austrália e Nova Zelândia, com estimativas genômicas agora analisadas na rotina da avaliação genética no Angus BreedPlan para mais de 20.000 animais, de 5 diferentes produtos genômicos, e para até 14 diferentes características.

Embora a inclusão de informações genômicas tenha se tornado padrão no Angus BreedPlan, esta é uma ciência em evolução. Pesquisadores da Austrália e de outros países estão continuamente procurando melhores formas e mais eficientes de utilizar a informação na avaliação genética.

Uma forma diferente de usar a genômica
O procedimento corrente para incorporação da informação genômica no Angus BreedPlan usa um processo de 2 passos:

Passo 1 – envolve o uso de dados genômicos para gerar uma predição genômica do mérito genética do animal. Este resultado é referido usualmanete como MVB (Molecular Breeding Value) ou MVP (Molecular Value Prediction).


Passo 2 – combina a predição genômica do animal com o seu EBV tradicional, calculado a partir das informações de genealogia (pedigree) e desempenho, para gerar um EBV com maior acurácia. Este processo de combinar a previsão genômica e EBV é conhecido por “blend” (mistura).

Embora o modelo de análise em dois passos represente a abordagem mais sofisticada disponível no momento, diferente metodologias usando dados genômicos já foram desenvolvidas para uso mais efetivo e apropriado.

A Angus Austrália está agora trabalhando em colaboração com o pessoal da Animal Genetics & Breeding Unit (AGBU), o Instituto de Pesquisa Agropecuária (ABRI) e a Associação de Angus da Nova Zelândia, para implementar uma nova abordagem para a incorporação de dados genômicos no cálculo de EBVs no Angus BreedPlan.

Conhecido como “passo único” (single step), o novo modelo de análise utiliza simultaneamente informações genômicas, de pedigree e desempenho, colocando ênfase apropriada em todas as fontes de informações disponíveis, buscando gerar a melhor predição do mérito genético dos animais.

Vantagens do novo modelo de análise
A principal vantagem da nova metodologia é como as relações entre os animais são determinadas.
Com a abordagem tradicional baseada em pedigree, a relação entre os animais no Angus BreedPlan são determinadas somente pela genealogia. Por exemplo, os pedigrees irão predizer a mesma relação genética entre irmãos inteiros é 0,5, considerando que irmãos inteiros devem ter 50% de genes em comum quando calculadas os EBVs baseados em pedigree.

Compreendendo a forma como o DNA é herdado, é sabido que haverá variação entre esta relações, e a relação genética entre irmãos inteiros deve variar entre 0,4 a 0,6. 

Da mesma forma, o pedigree pode predizer que dois animais não estão relacionados, mas na realidade, os animais podem ter genes em comum, e ter relação genética maior que 0.

A nova abordagem de “passo único” melhora a precisão que os EBVs são calculados através de uma melhor quantificação das relações genéticas, utilizando a genômica e o pedigree para determinar a relação genética entre os animais.

Outros benefícios
Adicionalmente a melhor determinação da relação genética entre os animais, o “passo único” possui outros benefícios, incluindo:

  • Qualquer erro no pedigree dos animais será minimizado; 
  • A informação genômica não contribuirá somente para os EBVs do animal que foi genotipado, mas também contribuirá para os EBVs dos animais aparentados; 
  • A informação genômica contribuirá para todos EBVs calculados no BreedPlan e não somente para as 14 características iniciais. Não será ainda o uso para Facilidade de Parto Direta, Facilidade de Parto das Filhas, Docilidade e Escores Estruturais, pois são requeridos trabalhos futuros para estas características; 
  • A necessidade da frequente recalibração das equações de predição é dispensada, pois os efeitos genômicos estão sendo atualizados a cada vez que uma análise genética é conduzida no BreedPlan; 
  • O resultado final é que o novo método utilizará de forma otimizada as informações disponíveis e fornecerá aos criadores de Angus na Austrália e Nova Zelândia e melhor estimativa possível do mérito genético dos animais;

A implementação da metodologia “passo único” é um alta prioridade para a Angus Austrália e Angus NZ e deverá ocorrer na avaliação de dezembro/2017 do BreedPlan.


Fonte: Angus Australia / Beef Central
Traduzido e resumido pela Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

Maisartigos

  • Mitos e verdades do cruzamento (Por B. Lynn Gordon, Beef Magazine)

    Informação | 26 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os Cruzamentos e a heterose resultante têm sido utilizados por gerações. Mas ainda restam discussões.

    Há sempre muita discussão e debate na pecuária de corte sobre o cruzamento. Dois pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas se uniram para responder a algumas das perguntas mais comuns que os pecuaristas faz...
  • Idade da vaca e produtividade (Quando ela está velha demais?) - Derrel Peel (Oklahoma University, EUA)

    Informação | 16 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Outubro é tradicionalmente época de desmame dos bezerros e o descarte de vacas para a temporada de parição na primavera nos EUA. No momento de descarte de matrizes os criadores enfrentam decisões difíceis. O descarte ótimo no rebanho requer uma bola de cristal afiada que poderia ver o futuro.

    Se o regime de chuvas...
  • Carne gaúcha: uma trajetória de terra, campo e gente (Por Roberto Grecellé - SEBRAE)

    Informação | 14 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O dia a dia da pecuária de corte brasileira tem sido em favor da qualidade da carne produzida. Nas fazendas e nas indústrias, seja pelo zelo, pelos investimentos ou pelo aperfeiçoamento nos processos produtivos, os atores desta cadeia se empenham em produzir a cada dia uma carne de qualidade superior. Sim, é possíve...
  • Pecuária de corte: uma opinião para o novo governo

    Informação | 13 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Barcellos, Prof. Titular, Fac. de Agronomia – NESPro/UFRGS

    Numa análise mais crítica, é preciso entender que desde que surgiu a palavra agronegócio em nosso vocabulário, é afirmado que em todas as suas dimensões só ocorrem “maravilhas”. O que é um profundo equívoco, quase viciado, de quem defe...
  • Comunicação como insumo fundamental para o agro

    Informação, Mercado | 11 de Janeiro de 2019
    Foto: AgroEffective
    Nestor Tipa Júnior
    Jornalista e pós graduado em Marketing no Agronegócio. Sócio-diretor da AgroEffective A agropecuária faz parte de um dos setores mais sensíveis à críticas e informações prejudiciais no Brasil. A opinião pública, por vezes, é severa nas cobranças aos produtores rurais e agroindústrias. Ba...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais