Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 20/11/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Angus Austrália: por mais benefícios da genômica

Informação | 14 de Março de 2017

GENÔMICA, o termo dado para descrever um gama de tecnologias baseadas em DNA relacionadas à estrutura, função, evolução e mapeamento de genomas, é uma ciência que recebe muito interesse em todo o mundo entre criadores de todas espécies.

Em abril de 2011, o primeiro grupo de EBVs (Estimated Breeding Value) foi calculado na avaliação genética do Angus BreedPlan incluindo informação genômica.
Este foi o anúncio de uma nova era para avaliação genética de animais Angus na Austrália e Nova Zelândia, com estimativas genômicas agora analisadas na rotina da avaliação genética no Angus BreedPlan para mais de 20.000 animais, de 5 diferentes produtos genômicos, e para até 14 diferentes características.

Embora a inclusão de informações genômicas tenha se tornado padrão no Angus BreedPlan, esta é uma ciência em evolução. Pesquisadores da Austrália e de outros países estão continuamente procurando melhores formas e mais eficientes de utilizar a informação na avaliação genética.

Uma forma diferente de usar a genômica
O procedimento corrente para incorporação da informação genômica no Angus BreedPlan usa um processo de 2 passos:

Passo 1 – envolve o uso de dados genômicos para gerar uma predição genômica do mérito genética do animal. Este resultado é referido usualmanete como MVB (Molecular Breeding Value) ou MVP (Molecular Value Prediction).


Passo 2 – combina a predição genômica do animal com o seu EBV tradicional, calculado a partir das informações de genealogia (pedigree) e desempenho, para gerar um EBV com maior acurácia. Este processo de combinar a previsão genômica e EBV é conhecido por “blend” (mistura).

Embora o modelo de análise em dois passos represente a abordagem mais sofisticada disponível no momento, diferente metodologias usando dados genômicos já foram desenvolvidas para uso mais efetivo e apropriado.

A Angus Austrália está agora trabalhando em colaboração com o pessoal da Animal Genetics & Breeding Unit (AGBU), o Instituto de Pesquisa Agropecuária (ABRI) e a Associação de Angus da Nova Zelândia, para implementar uma nova abordagem para a incorporação de dados genômicos no cálculo de EBVs no Angus BreedPlan.

Conhecido como “passo único” (single step), o novo modelo de análise utiliza simultaneamente informações genômicas, de pedigree e desempenho, colocando ênfase apropriada em todas as fontes de informações disponíveis, buscando gerar a melhor predição do mérito genético dos animais.

Vantagens do novo modelo de análise
A principal vantagem da nova metodologia é como as relações entre os animais são determinadas.
Com a abordagem tradicional baseada em pedigree, a relação entre os animais no Angus BreedPlan são determinadas somente pela genealogia. Por exemplo, os pedigrees irão predizer a mesma relação genética entre irmãos inteiros é 0,5, considerando que irmãos inteiros devem ter 50% de genes em comum quando calculadas os EBVs baseados em pedigree.

Compreendendo a forma como o DNA é herdado, é sabido que haverá variação entre esta relações, e a relação genética entre irmãos inteiros deve variar entre 0,4 a 0,6. 

Da mesma forma, o pedigree pode predizer que dois animais não estão relacionados, mas na realidade, os animais podem ter genes em comum, e ter relação genética maior que 0.

A nova abordagem de “passo único” melhora a precisão que os EBVs são calculados através de uma melhor quantificação das relações genéticas, utilizando a genômica e o pedigree para determinar a relação genética entre os animais.

Outros benefícios
Adicionalmente a melhor determinação da relação genética entre os animais, o “passo único” possui outros benefícios, incluindo:

  • Qualquer erro no pedigree dos animais será minimizado; 
  • A informação genômica não contribuirá somente para os EBVs do animal que foi genotipado, mas também contribuirá para os EBVs dos animais aparentados; 
  • A informação genômica contribuirá para todos EBVs calculados no BreedPlan e não somente para as 14 características iniciais. Não será ainda o uso para Facilidade de Parto Direta, Facilidade de Parto das Filhas, Docilidade e Escores Estruturais, pois são requeridos trabalhos futuros para estas características; 
  • A necessidade da frequente recalibração das equações de predição é dispensada, pois os efeitos genômicos estão sendo atualizados a cada vez que uma análise genética é conduzida no BreedPlan; 
  • O resultado final é que o novo método utilizará de forma otimizada as informações disponíveis e fornecerá aos criadores de Angus na Austrália e Nova Zelândia e melhor estimativa possível do mérito genético dos animais;

A implementação da metodologia “passo único” é um alta prioridade para a Angus Austrália e Angus NZ e deverá ocorrer na avaliação de dezembro/2017 do BreedPlan.


Fonte: Angus Australia / Beef Central
Traduzido e resumido pela Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

Maisartigos

  • Anguistas e branguistas: é passada a hora do marmoreio

    Genética, Informação | 18 de Novembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A essa altura do campeonato da carne de qualidade no Brasil, zero novidade falar em marmoreio. Mas, para os selecionadores, especialmente das raças Angus e Brangus, é o momento de olhar e agir com mais atenção para animais superiores genetica...
  • Aliança Braford faz R$ 8,3 mil para touros em Lavras do Sul

    Informação | 27 de Outubro de 2019
    Foto: Katega Vaz
    Dando continuidade aos remates oficializados pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), foi realizado no último sábado, dia 19 de outubro, no Sindicato Rural de Lavras do Sul (RS), mais uma edição do Remate Aliança Braford, promovido pelas Estâncias Cochilhas, Pontezuela, Três Marias e São Bento. ...
  • Touros: do Colonial ao Genômico

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Redigo, hoje, influenciado pela atmosfera da temporada de primavera do Rio Grande do Sul, pois já foi dada alargada e ainda estou envolvido com acertos, fretes e documentos de alguns touros adquiridos para clientes no leilão da GAP Genética. R...
  • Genética Nacional: Panorama dos touros Angus e Brangus nas centrais de inseminação

    Genética, Informação, Mercado | 16 de Setembro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Angus, Nelore e Brangus dominam o mercado de inseminação de bovinos de corte no Brasil. Exagero? Vamos aos números. Conforme a ASBIA, em 2018, as raças de corte venderam, no Brasil, aproximadamente, 9,6 milhões de doses. Da raça Angus, 4,9 milhões de doses foram vendidas; seguida por Nelore, com 3,3 milhões; e Br...
  • Touro Dupla Marca é a geladeira com selo A

    Genética, Informação | 15 de Agosto de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Redigir e discutir critérios de escolha de touros é tema que se repete, mas é matéria sem fim e que se renova a cada temporada de leilões de reprodutores e aquisição de sêmen. A necessidade se apresenta a cada ano, e os fatores que participam da decisão vão se tornando mais complexos com a incorporação cresce...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais