Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 16/02/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Angus Rio da Paz: quando a genética faz toda diferença

Genética | 07 de Agosto de 2017

Nero Valley da Rio da Paz, contratado pela central Alta Genetics

Foto: Alta Genetics

Com reprodutores em centrais de inseminação, as 4 melhores mães angus do Brasil e 6 animais entre os 10 melhores touros jovens do Catálogo Promebo, a Angus Rio da Paz se consolida como referência em seleção genética da raça

A Angus Rio da Paz, localizada em Cascavel, atua há mais de 20 anos na seleção genética e hoje é numa das melhores produtoras de touros e fêmeas da raça Aberdeen Angus do Brasil. "Sempre acreditamos que o melhoramento genético é a melhor opção para quem procura obter mais resultados e ter mais rentabilidade no gado de corte", afirma Renato Zancanaro, administrador da fazenda.

E toda essa genética estará disponível para os pecuaristas no 9º Leilão Seleção Angus Rio da Paz, que acontece no dia 2 de setembro, no Parque de Exposições Celso Garcia Cid, em Cascavel. Na oportunidade, a família Zancanaro estará ofertando ao mercado 40 dos melhores reprodutores da cabanha, além de 40 matrizes, todos da raça Angus. "Os animais ofertados nesta edição do Leilão Seleção Angus Rio da Paz são o resultado obtido por meio do altos investimentos em tecnologia, rigor elevado na seleção genética e criterioso trabalho de acasalamento durante anos", salienta o pecuarista. Segundo ele, todos apresentam alta performance genética e cumprem a missão de oferecer ao mercado uma qualidade superior, sendo capazes de garantir os maiores ganhos aos que os adquirirem

Todo esse investimento em genética se reflete nos excelentes resultados em destacados programas de seleção Angus, como o PROMEBO em que obteve, em índice que classifica animais de todo o Brasil, as quatro melhores mães por avaliação genética no SUMÁRIO 2016/2017.

Rodolfo de Camargo Pinto cria gado de corte em sua propriedade em Ibema, município vizinho de Cascavel, onde faz cruzamento de touros angus com nelore. Sabendo que o caminho para aumentar a produtividade sempre foi investimento em genética, ele compra há varios anos touros da Angus Rio da Paz, sempre obteve ótimos resultados no seu rebanho. "Além da qualidade dos animais, tenho que elogiar a assistência dispensada pelo Renato Zancanaro após a compra. Sempre muito prestativo, foi várias vezes na minha fazenda, ajudava no manejo e a tirar dúvidas", elogia o pecuarista. "Nunca tive nenhum problema com os touros da Angus Rio da Paz. E sempre fiquei muito satisfeito com as aquisições: animais precoces, bezerros grandes, bem desenvolvidos", salienta o agropecuarista.

ANGUS, A RAÇA IDEAL

Na última década, os criadores encontraram no Angus as condições ideais de criação com garantia de produção e rentabilidade. "Aliado às características positivas que asseguram um excelente resultado econômico como gado de corte, o conjunto de suas particularidades a torna completa, como fertilidade, longevidade, precocidade, rusticidade, facilidade de parto e excelente habilidade materna, além, é claro, da qualidade da sua carne", ressalta Renato Zancanaro. O angus atende às exigências do mercado moderno, que exige animais com idade jovem e que tenham camada de gordura suficiente e marmoreio.

DESTAQUES NACIONAIS

A Angus Rio da Paz se destaca com reprodutores como opção de genética nacional provada no mercado. Um deles é o touro Nero Valley da Rio da Paz, que foi contratado pela central Alta Genetics. Nero foi um dos touros escolhidos para o Teste de Progênie Angus 2016, onde foram selecionados três animais constantes na listagem Touros Jovens SA – Promebo, relação com os melhores animais da Geração 2014 em toda raça na avaliação genética.

"O Nero é filho de SAV Angus Valley em mãe Connealy Freightliner. Sua mãe, Galícia da Rio da Paz, é uma matriz provada no Promebo, com mais de 45 filhos avaliados no programa", ressalta Renato Zancanaro. Entre suas características, destaque para DECA 1 para desmame, DECA 1 para Sobreano, área de olho de lombo DECA 1 e Índice Final DECA 1, além do maior Índice Carcaça dos touros do teste (19,14). Está em coleta na Central Progen, em Dom Pedrito, no Rio Grande do Sul.

Outra demonstração da qualidade do plantel foi a inclusão do reprodutor Camaro Density da Rio da Paz na bateria da Alta Genetics, numa evidente demonstração do grau de excelência dos animais ofertados em nossos leilões. Recentemente, Camaro foi selecionado para o programa Concept Plus, que reúne reprodutores através de um rigoroso sistema de avaliação a campo, que comprovam a eficiência das taxas de concepção e fertilidade em seu rebanho, consequentemente aumentando a rentabilidade. O Concept Plus É um projeto exclusivo de fertilidade de sêmen da Alta que identifica com precisão os touros com as melhores taxas de concepção, através de informações de prenhez à campo.

"E toda essa genética estará à disposição dos agropecuaristas na 9ª edição do nosso Leilão Seleção Angus Rio da Paz através dos 40 touros e 40 matrizes oferecidos. Esperamos todos no dia 2 de setembro, no Recinto de Leilões do Parque de Exposições de Cascavel", convida Renato.

Angus em cruzamento

O gerente do Programa Carne Angus Certificada da Associação Brasileira de Angus, Fábio Medeiros, destaca alguns dos ganhos que o produtor pode obter usando a genética Angus em cruzamentos. "Angus é a raça taurina mais criada em diferentes países do mundo – especialmente naqueles que se destacam em produção de carne de qualidade, com ampla base genética e inúmeros benefícios, entre eles a velocidade de crescimento e a eficiência reprodutiva e produtiva", afirma. "Com o angus, o criador terá bezerros de 10% a 20% mais pesados que a média e o ciclo de produção mais curto, com abate a partir dos 14 meses. A fertilidade, a precocidade e a facilidade de parto, além da versatilidade caracterizada pela eficiência a campo e em confinamento, chegando na correção da carcaça e na qualidade da carne, características que complementam os diferenciais da raça ", ressalta o gerente. Ele lembra que o cruzamento que dá certo consiste não em misturar raças, mas em complementar raças”.

Fonte: Revista SindiRural

Maisartigos

  • Mitos e verdades do cruzamento (Por B. Lynn Gordon, Beef Magazine)

    Informação | 26 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os Cruzamentos e a heterose resultante têm sido utilizados por gerações. Mas ainda restam discussões.

    Há sempre muita discussão e debate na pecuária de corte sobre o cruzamento. Dois pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas se uniram para responder a algumas das perguntas mais comuns que os pecuaristas faz...
  • Idade da vaca e produtividade (Quando ela está velha demais?) - Derrel Peel (Oklahoma University, EUA)

    Informação | 16 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Outubro é tradicionalmente época de desmame dos bezerros e o descarte de vacas para a temporada de parição na primavera nos EUA. No momento de descarte de matrizes os criadores enfrentam decisões difíceis. O descarte ótimo no rebanho requer uma bola de cristal afiada que poderia ver o futuro.

    Se o regime de chuvas...
  • Carne gaúcha: uma trajetória de terra, campo e gente (Por Roberto Grecellé - SEBRAE)

    Informação | 14 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O dia a dia da pecuária de corte brasileira tem sido em favor da qualidade da carne produzida. Nas fazendas e nas indústrias, seja pelo zelo, pelos investimentos ou pelo aperfeiçoamento nos processos produtivos, os atores desta cadeia se empenham em produzir a cada dia uma carne de qualidade superior. Sim, é possíve...
  • Pecuária de corte: uma opinião para o novo governo

    Informação | 13 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Barcellos, Prof. Titular, Fac. de Agronomia – NESPro/UFRGS

    Numa análise mais crítica, é preciso entender que desde que surgiu a palavra agronegócio em nosso vocabulário, é afirmado que em todas as suas dimensões só ocorrem “maravilhas”. O que é um profundo equívoco, quase viciado, de quem defe...
  • Comunicação como insumo fundamental para o agro

    Informação, Mercado | 11 de Janeiro de 2019
    Foto: AgroEffective
    Nestor Tipa Júnior
    Jornalista e pós graduado em Marketing no Agronegócio. Sócio-diretor da AgroEffective A agropecuária faz parte de um dos setores mais sensíveis à críticas e informações prejudiciais no Brasil. A opinião pública, por vezes, é severa nas cobranças aos produtores rurais e agroindústrias. Ba...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais