Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 15/12/2017

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Touros? Antes do animal escolha o rebanho certo

Genética | 07 de Agosto de 2017

Por Fernando Furtado Velloso 
Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha 

 

 O touro é um insumo tão importante na pecuária como a semente é na agricultura. Considerando o impacto do reprodutor no rebanho (positivo ou negativo) do ponto de vista do tempo, o touro é um insumo ainda mais importante que a semente. O acerto (ou erro) na escolha não se dará no período restrito de uma safra, mas no mínimo por 18 meses (gestação mais tempo para desmame). Se o produtor retiver os filhos deste reprodutor para engorda ou as fêmeas para a cria o período de impacto será muito maior e alcançará vários anos no desempenho produtivo e econômico da propriedade. Compreendido isto fica fácil aceitar que a escolha do rebanho de origem dos touros (o fornecedor) é mais importante do que o próprio animal, pois os o sistema de produção e seleção do rebanho de origem será o pacote tecnológico contido no animal.

Algumas características que fazem um bom rebanho fornecedor de genética estão nos próximos 4 itens:

         1. Rebanho que faça de seleção de verdade

Um rebanho para, verdadeiramente, se intitular de “selecionador” deve tem um sistema de seleção com critérios bem definidos e disciplina para aplicá-los anualmente. Desta forma, serão continuamente medidos os dados de desempenho dos animais, descartados os inferiores e multiplicados intensivamente os indivíduos superiores (via inseminação ou transferência de embriões). Este conceito pode parecer demasiado simples e óbvio, mas saiba que poucos produtores de touros o aplicam com continuidade e rigor.
 
         2. Rebanho com produção de gado comercial (bezerros ou abate) 

O vendedor de touros precisa conhecer e dominar as “dores” do pecuarista. As necessidades e dificuldades da pecuária comercial (na produção de bezerros ou engorda) devem ser minimizadas através de um bom touro. O desempenho que o pecuarista busca através da boa taxa de prenhez, bom peso ao desmame, bom ganho de peso no confinamento deve ser potencializado pelo bom touro. O produto que o mercado quer deve ser produzido por um bom touro.
O vendedor de touros que também atua no segmento comercial entende destas dores e da contribuição de um bom touro, pois usa em seu rebanho e vê no dia a dia as características que contribuem com a produção ou não.

         3. Rebanho que conheça e faça cruzamento

A maioria dos touros Angus ofertados no mercado do PR são destinados para cruzamento com matrizes zebuínas ou cruzadas. Os produtos deste cruzamento abastecem os confinamentos e áreas de pastagens para terminação.

O produtor de touros deve produzir animais que sejam complementares as fêmeas zebuínas e que ofereçam as características buscadas e necessárias para quem faz cruzamento (alto de desempenho em ganho de peso, facilidade de engorde, qualidade de carcaça, etc).

         4. Rebanho que você confie

Um insumo tão importante para o pecuarista como o touro não pode vir de um rebanho que sabemos pouco ou de um vendedor “eventual” de reprodutores. Precisamos confiar na seriedade e credibilidade de nosso fornecedor de touros, pois assim teremos a tranquilidade de saber que tudo foi feito para que animais “problema” fossem retirados do rebanho e que todos os dados e índices tem a maior correção possível.

Fico satisfeito em trabalhar para um rebanho como a ANGUS RIO DA PAZ, pois tenho convicção que as 4 características buscadas num bom fornecedor de touros são a realidade da fazenda:


        1. Na ANGUS RIO DA PAZ o programa de seleção é verdadeiro e cumprido com disciplina. Não existe hesitação para castrar animais negativos e para descartar matrizes menos produtivas;


        2. Na ANGUS RIO DA PAZ os reprodutores (via touro ou sêmen) são usados no rebanho comercial e produzidos bezerros para o confinamento da fazenda. Quando se avaliam os produtos dos reprodutores em condições comerciais podemos afirmar que sabemos o que é bom ou não na pecuária comercial;


        3. Na ANGUS RIO DA PAZ a genética Angus é usada em programas de cruzamento e a fazenda mantém um rebanho Nelore e também de matrizes cruzadas, podendo assim afirmar que o cruzamento adiciona produtividade e resultado econômica para a propriedade.


        4. Na ANGUS RIO DA PAZ a produção de touros é considerado algo muito sério e você pode confiar que o máximo está sendo feito para a satisfação de seus clientes. Gente séria e touros bons andam juntos.

Dedique tempo para estudar as informações contidas no Catálogo Rio da Paz 2017. Conte com o nosso apoio para esclarecer qualquer dúvida. Invista tempo para escolher o touro mais apropriado para o seu rebanho e sistema de produção. Os produtos lhe dirão que foi uma escolha acertada.

* Artigo Publicado Catálogo - 9º Leilão Seleção - ANGUS RIO DA PAZ

Maisartigos

  • Hereford e Braford: Reculuta Agropastoril e Fazenda Divisa conquistam prêmio top PampaPlus 2017

    Genética, Informação | 12 de Dezembro de 2017
    Foto: Associação Brasileira de Hereford e Braford
    Com o objetivo de premiar os criatórios que obtiveram touros jovens de melhor desempenho dentro do Relatório de 2017 do Programa de Avaliação Genética Oficial das Raças Hereford e Braford, o PampaPlus, foi conferido, na última sexta-feira (08/12), durante o Jantar dos Destaques HB, o troféu Top PampaPlus 2017. ...
  • Hereford e Braford: Cabanha Touro Passo e Estância Sossego levam o bicampeonato do Ranking Nacional 2017

    Exposição, Genética | 11 de Dezembro de 2017
    Foto: Zzn Peres
    A noite da última sexta-feira (8) foi marcante para os sócios, criadores, parceiros e convidados da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) que fizeram das pistas de julgamento uma extensão das suas Fazendas no ano de 2017. Na oportunidade, foi realizada a entrega de Prêmios aos Destaques do Ranking Naci...
  • Angus: Qual a melhor genética para cruzamento industrial no Brasil?

    Genética | 29 de Novembro de 2017
    Foto: Divulgação/Assessoria
    *Por: Marcelo Selistre, gerente de Produto Corte Europeu da ABS e Fabiana Makry, geneticista da ABS Global

    Por todo o Brasil, de Norte a Sul, Leste a Oeste, quem trabalha com genética, principalmente taurina, sofre com uma grande dúvida: "Qual a melhor genética para o Cruzamento Industrial?". A pergunta incomoda, afina...
  • China sacode mercado global de carne bovina (por Carlos Cogo)

    Informação | 26 de Novembro de 2017
    Foto: Divulgação/Assessoria
    País asiático se tornou destino essencial para Brasil, Uruguai e Argentina

    A China deverá importar 1 milhão de toneladas de carne bovina em 2018, 11% acima do volume comprado em 2017, acumulando um incremento nas aquisições externas de 145% em apenas cinco anos. Para abastecer o mercado interno, de 1,4 bilhão de ...
  • Vendas curam tudo. Salve a exportação de terneiros!

    Informação, Mercado | 17 de Novembro de 2017
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha
    A credito muito nessa expressão do marketing (desconheço o autor e o Google não soube me responder). Quando os negócios estão ocorrendo e os produtos sendo demandados, até algumas falhas de gestão e de falta de produtividade são contorn...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais