Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 18/02/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

EXPOINTER 2018: é a hora do touro!

Genética, Informação | 27 de Agosto de 2018

EXPOINTER 2018: é a hora do touro!

Foto: Zero Hora

Med. Vet. Fernando Furtado Velloso
Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

A Expointer está no nosso calendário mental como a hora de pensar no assunto “reprodutores”. É a hora do touro. Seja o touro para a monta natural ou via inseminação artificial, técnica que avança muito em função do necessário melhoramento genético e pela função da técnica em aumentar a eficiência reprodutiva dos rebanhos e também a rentabilidade da cria. Com bons touros e, especialmente, com a Inseminação Artificial a Tempo Fixo (IATF) é possível produzir mais e melhores terneiros, nascidos no cedo e com alto potencial para peso ao desmame. Essa informação não é nova. A parte melhor e mais recente desta história: é possível fazer tudo isso com a inseminação com custo por prenhez igual ou menor que na monta natural. Sabe aquela história que com o tempo um produto ou tecnologia vão ficando mais e mais acessíveis pelos ganhos em escala? Pois é, já aconteceu na genética de bovinos. Está à sua disposição. Considere utilizar ou ampliar o uso da IATF em sua propriedade e não se esqueça de usar critérios técnicos para a escolha do sêmen. Fotos bonitas e faixas de grandes campeões não são garantias de mais e melhores terneiros.

Inicia agora a dita temporada de primavera de leilões no RS. São esperados entre 4 a 5 mil touros em pista em diversos remates neste setembro e outubro. Apesar da turbulência econômica na Turquia é esperado que a exportação de bovinos continue, gerando valorização do terneiro e natural investimento dos produtores na cria. Estes terneiros somente serão produzidos de forma eficiente com bons touros. É a hora do touro. E de escolher criteriosamente seus novos touros. Lembre que o touro comprado nesta temporada 2018/2019 irá trabalhar até 2023, deixará 100 filhos até 2024 e suas filhas ficarão reproduzindo até 2032. Esta conta está certa? Seguramente. O touro comprado hoje terá influência no seu negócio em 2032. Debreia, não me faz barbeiragem. A escolha da semente para a lavoura ou pastagem é uma decisão que afeta uma safra. A escolha do touro impacta o seu negócio (bem ou mal) continuamente por muitos anos. É quase um casamento e o divórcio é no litigioso e com perdas patrimoniais importantes.

O touro não é mais só um bovino com 2 ou 3 anos bem pesado e bem bonito. Passou o tempo do “lindo, e gordo”. Avançamos muito na seleção e produção de reprodutores que possuem muita tecnologia embarcada: programas de seleção, avaliação genética, resistência genética ao carrapato, ultrassonografia de carcaça, genômica, etc. Tudo isso demanda muito trabalho, controles, disciplina e seriedade do fornecedor de reprodutores para atender as necessidades do pecuarista, frigorífico e do consumidor. Perceba a importância que o insumo touro/genética tem no seu negócio e na cadeia da carne. Antes de eleger o seu novo touro desta temporada identifique o vendedor que está alinhado com o seu sistema de produção. É a hora do touro. Mas é a hora do touro certo! Não economize tempo e esforço na tarefa de buscar bons touros para o seu rebanho. Me conta se deu certo em 2032. Te vejo na Expointer.

Fonte: Zero Hora

Maisartigos

  • Negocio Direto: fazendo em vez de esperar

    Informação, Mercado | 14 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A ação é melhor que a inércia. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer. Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé, e por aí vai. O propósito deste meu texto é compartilhar algumas informações sobre o Grupo de Produtores...
  • EAD pode causar prejuízos na formação do médico veterinário

    Informação | 09 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por João Carlos Gonzales, presidente da Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária

    A recente autorização governamental para que instituições com curso de medicina veterinária utilizem 40% do tempo na forma de ensino a distância (EAD), isto é, por correspondência e/ou internet, despertou a atenção para pos...
  • SC: Verdi realiza bonificação dos primeiros animais Hereford e Braford

    Informação | 06 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Frigorífico catarinense e ABHB fizeram abate certificado pelo programa Carne Pampa Aconteceu no dia 4 de fevereiro o primeiro abate experimental certificado pelo Programa Carne Pampa, da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) do Frigorífico Verdi, localizado no município de Pouso Redondo (SC). Foram reu...
  • ABS NEO: Produtor comemora taxa de prenhez acima de 55% com o uso de embriões

    Informação | 06 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Resultado foi registrado na Fazenda Maranata, no norte do Tocantins O ABS NEO vem se tornando um produto cada vez mais popular entre os produtores. Após decidir investir na solução genética da ABS, um produtor do norte do Tocantins obteve resultados impressionantes já na primeira aplicação - com 204 embriões tra...
  • Angus Austrália: ganhos com a seleção para docilidade

    Informação | 30 de Janeiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Uma das características em que os pecuaristas dão alto nível de importância ao tomar decisões de seleção, se não a característica mais importante, é o temperamento. Esta importância foi destacada em uma pesquisa recente com mais de 1.200 produtores de carne bovina na Austrália, que constatou que o temperamen...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais