Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 19/11/2018

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

Irã e Egito demonstram interesse em exportação de gado em pé do RS

Informação, Mercado | 06 de Novembro de 2018

Irã e Egito demonstram interesse em exportação de gado em pé do RS

Foto: Eduardo Oliveira

Investidores do Irã e Egito se reuniram nesta terça-feira (6), na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, em Porto Alegre, com representantes das empresas exportadoras de carne do Rio Grande do Sul, com o objetivo de iniciar tratativas para a exportação do gado criado no estado.

Os dois países já importam gado brasileiro, mas oriundos do Centro-Oeste e Norte do Brasil, que privilegiam cruzamentos zebuínos, com aptidão para a produção de leite. O empresário Mauro Pilz destacou as diferenças entre as raças criadas no Rio Grande do Sul, de origem europeia, que, por serem raças de corte, consomem menos recursos por quilo de carne, comparadas a outras.

O empresário egípcio Magdy Zaky, que também comanda uma das maiores operações de produção de silagem do Egito, pontuou que o plano inicial é comprar gado gaúcho nos quatro meses em que o comércio com os estados do Norte fica inviabilizado, por causa do clima. A preocupação central dos investidores era se os animais criados no Sul se adaptariam facilmente ao clima de seus países de origem.

“O Rio Grande do Sul apresenta grandes variações climáticas e, por isso, nosso gado está totalmente adaptado a baixas e altas temperaturas”, destacou Pilz. Além disso, o diretor de Defesa Agropecuária da Secretaria, Antônio Carlos Ferreira Neto, ressaltou que o controle sanitário e a certificação garantem a qualidade dos animais que serão exportados.

A reunião foi concluída com visita técnica a uma fazenda produtora de hereford em Eldorado do Sul. Participaram da reunião o diretor de Defesa Agropecuária da Secretaria, Antônio Carlos Ferreira Neto, e os empresários Mauro Pilz (Brasil), Davi Khoury (Brasil), Nasser Zayan (Irã) e Magdy Zaky (Egito).

Fonte: Secretária da Agricultura, Pecuária e Irrigação

Maisnotícias

  • Exportações de carne bovina sobem 10% no ano até outubro

    Informação | 18 de Novembro de 2018
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os embarques de carne bovina brasileira para o exterior aumentaram 10% de janeiro a outubro, na comparação com igual período de 2017, informou a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) nesta semana. O Brasil exportou 1,3 milhão de toneladas de carne bovina nos dez primeiros meses do ano. Em receita, ess...
  • Porto Alegre inaugura restaurante exclusivo de Carne Certificada Hereford

    Carne, Mercado | 16 de Novembro de 2018
    Foto: Associação Brasileira de Hereford e Braford
    A capital gaúcha conta agora com novo espaço gastronômico que serve 100% Carne Certificada Hereford. Nesta terça-feira, dia 13, aconteceu o lançamento exclusivo da Parrillaria Los Cinco para a imprensa. A casa que conta com o apoio da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e parceria com o Frigorífico...
  • Oficinas de churrasco: não basta comer, tem que saber assar

    Carne | 16 de Novembro de 2018
    Foto: Beta Iribarrem
    Público da Capital interessado em comandar refeições entre amigos busca mestres assadores para aprender os segredos do típico prato gaúcho
    Para evoluir da condição de apreciador para assador de churrasco, os porto-alegrenses estão marcando presença em oficinas onde os segredos do prato-símbolo da gastronomia g...
  • Frigorífico El’Golli e ABHB recebem visita técnica anual da CNA

    Informação | 16 de Novembro de 2018
    Foto: Divulgação/Assessoria
    A equipe do Programa Carne Pampa da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) acompanhou na última segunda-feira, dia 12, o processo de acreditação do protocolo da Carne Certificada Hereford em plantas frigoríficas. A inspeção técnica, feita anualmente pela Confederação Nacional de Agricultura e Pecu...
  • Inseminação: Enorme potencial para crescer (Entrevista com Pietro Baruselli, USP)

    Informação | 14 de Novembro de 2018
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O mercado brasileiro de sêmen bovino pode dobrar de tamanho na próxima década. A opinião é de um dos maiores especialistas do país em inseminação artificial, o professor Pietro Baruselli, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. O otimismo decorre do crescim...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais