Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 18/04/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

RS: Prazo para vacinação contra a febre aftosa é prorrogado até 10/dez

Informação | 30 de Novembro de 2018

Calendário de vacinação contra a febre aftosa no RS prevê aplicação de doses em maio e em novembro (Lauro Alves / Agencia RBS)

Foto: Zero Hora

Agricultores relatam dificuldade para encontrar o produto nos pontos de venda

O prazo para vacinação de gado bovino e búfalos de até dois anos de idade contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul foi prorrogado até 10 de dezembro pelo governo federal, após uma solicitação da Secretaria Estadual da Agricultura. O prazo terminaria hoje, mas foi prorrogado devido à falta de vacinas disponíveis nos pontos de venda autorizados.

Conforme o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Antonio Carlos de Quadros Ferreira Neto, houve uma baixa generalizada no Rio Grande do Sul nos estoques de frascos da vacina com até 10 doses.

— Muitos agricultores têm poucas cabeças de gado, duas ou três. Para esses, não vale a pena comprar o frasco com 50 doses — explica.

Proprietário de uma das duas lojas que vendem a vacina em Caxias do Sul, Ademar Dalfovo acredita que a falta do produto neste ano tenha relação com o fato de que a formulação vai mudar para 2019, passando de 5ml para 2ml. Por isso, os laboratórios produziram menos doses.

— Foi feita uma revisão na formulação para evitar certas reações da vacina, como a formação de caroço nos animais — explica.

Conforme Dalfovo, novas remessas de doses estão previstas para a semana que vem.

Já o Ministério da Agricultura diz que a falta foi provocada porque as revendas de produtos agropecuários reduziram as compras, devido a essa mudança na formulação para 2mL, na primeira campanha de cada Estado.

O calendário da febre aftosa no Rio Grande do Sul tem duas campanhas: uma em maio, para todo o rebanho de gado e búfalos, e outra em novembro, para os animais com até 24 meses. Conforme a Secretaria da Agricultura, o Estado vacinou até o momento 60% do rebanho.

O agricultor deve comprar as vacinas e pedir a nota fiscal no seu nome, para depois entregar na Inspetoria Veterinária da sua região. Quem não vacina os animais está sujeito a uma multa de 60 Unidades de Padrão Fiscal (UPFs), o que vale pouco mais de R$ 1 mil, acrescido de 1 UPF para cada cabeça de gado não vacinada.

A responsável pela Inspetoria Veterinária nos municípios de Caxias do Sul e São Marcos, Luiza Virginia Caon, frisa que é importante os agricultores vacinarem os seus animais, mesmo aqueles que têm poucas cabeças de gado, ou até mesmo uma só, no caso dos produtores da Serra que trabalham com pomares e hortaliças, por exemplo. Ela explica que o Estado pretende solicitar ao Ministério da Agricultura a retirada da vacinação, mas, para isso, precisa obter uma boa cobertura vacinal do rebanho nesta campanha e também na próxima, em maio.

— O agricultor é o agente dessa mudança. É muito importante cada produtor vacinar o seu rebanho e comprovar para o Estado a atualização — afirma.

Luiza Virginia explica que não há foco de febre aftosa no Rio Grande do Sul desde 2001, quando ocorreu um episódio na região da fronteira oeste.

Fonte: GauchaZH

Maisnotícias

  • Frigorífico Silva estreita relação com pecuaristas gaúchos

    Carne, Informação, Mercado | 17 de Abril de 2019
    Foto: Frigorífico Silva
    Em reunião na indústria, produtores de gado de corte conversaram com a diretoria e debateram questões de mercado Com o objetivo de valorizar a carne gaúcha de alta qualidade, o Frigorífico Silva realizou na última sexta-feira (12) o 1º encontro de produtores de carne de qualidade. Além de mostrar em números o c...
  • Angus: Inscrições para a Expoutono de Uruguaiana vão até 20 de abril

    Exposição, Genética, Informação | 17 de Abril de 2019
    Foto: Associação Brasileira de Angus
    A Expoutono de Uruguaiana, uma das principais exposições da Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul, está com as inscrições abertas até o dia 20 de abril (sábado). O evento, que reúne animais dos criatórios mais tradicionais da Angus no Estado, ocorre entre os dias 24 e 26 de abril no Parque Agrícola e Pastoril mu...
  • Charolês e Embrapa divulgam a programação do dia de campo da 2ª PAC/CAR

    Informação | 16 de Abril de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    A Associação Brasileira de Criadores de Charolês e a Embrapa Pecuária Sul divulgaram a programação do dia de campo da 2ª Prova de Avaliação a Campo (PAC) e de Consumo Alimentar Residual (CAR) da raça Charolesa. O evento está marcado para o dia 25 de abril, quinta-feira na sede da Embrapa Pecuária Sul em Bagé...
  • Angus: Casa Branca e São Marco vencem na Expolondrina

    Exposição, Informação | 15 de Abril de 2019
    Foto: Devanir Parra
    A Casa Branca Agropastoril, de Silvianópolis (MG), conquistou o título inédito de Grande Campeão da raça Angus, na sexta-feira (12/04), no julgamento, que ocorreu na pista Central, na Expolondrina. O touro PWM Temp TEICB2005 Candelero, box 47, de Paulo de Castro Marques, já havia recebido o título de reservado no ...
  • Fiscais agropecuários farão treinamento em boas práticas e bem estar animal

    Geral, Informação | 12 de Abril de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os fiscais agropecuários que atuam no Rio Grande do Sul podem se inscrever para treinamento gratuito com foco em boas práticas e bem estar animal. A capacitação, promovida pelo Ministério da Agricultura (Mapa) em parceria com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), ocorre de...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais