Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 19/01/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

País exporta +12,02% de carne bovina em 2018

Carne, Mercado | 04 de Janeiro de 2019

O volume de carne bovina exportado nos 21 dias úteis de dezembro cresceu 16,66% em comparação com 2017

Foto: Thinkstock

O Brasil exportou 12,02% mais carne bovina in natura, faturando 10,84% mais em 2018 em relação a 2017. O desempenho das carnes de frango e suína, entretanto, foi negativo no ano passado em relação ao anterior, tanto em volume embarcado quanto em faturamento.

No acumulado dos 12 meses de 2018, os embarques da proteína bovina somaram 1,351 milhão de toneladas, ante o 1,206 milhão de toneladas embarcadas de janeiro a dezembro de 2017. A receita alcançou US$ 5,589 bilhões, ante US$ 5,042 bilhões no acumulado de 2017.

Em carne de frango in natura, o Brasil exportou 3,753 milhões de toneladas nos 12 meses, 8,05% menos que os 4,082 milhões de toneladas embarcadas de janeiro a dezembro de 2017. A receita caiu mais, 10,12%, de US$ 6,431 bilhões para US$ 5,780 bilhões.São Paulo, 02 - Já a carne suína in natura soma 549,2 mil toneladas exportadas no ano passado, ante 592,3 mil t nos 12 meses de 2017 (-7,27%). O faturamento totaliza US$ 1,114 bilhão, ante US$ 1,467 bilhão em igual período do ano passado (-24,06%).

Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), divulgados nesta quarta-feira, 2. Na comparação mensal (entre dezembro de 2018 e dezembro de 2017), as exportações brasileiras de carnes bovina, suína e de frango in natura cresceram em volume. Em relação à receita, porém, os embarques externos de carne suína renderam menos no período, enquanto as proteínas bovina e de frango avançaram. A queda no faturamento da carne suína ocorreu em razão dos preços mais baixos da commodity, mesmo com o incremento do volume embarcado. O valor médio pago pela tonelada da carne de porco cedeu 14,49% em dezembro/2018 ante dezembro/2017, de US$ 2.320,30 para US$ 1.983,90.

O volume de carne bovina exportado nos 21 dias úteis de dezembro cresceu 16,66%, de 108,6 mil toneladas em 2017 para 126,7 mil toneladas em dezembro último. Em relação a novembro do ano passado, quando o Brasil embarcou 130,6 mil toneladas para o exterior, houve queda de 2,98%. Em receita, as vendas externas do produto atingiram US$ 483 milhões, 3,44% mais que os US$ 466,9 milhões de dezembro do ano anterior. Na comparação com novembro último, quando o faturamento foi de US$ 521,7 milhões, o resultado foi 7,41% menor.

As exportações de carne de frango in natura somaram 326,5 mil toneladas em dezembro de 2018, 10,45% acima das 295,6 mil toneladas de igual mês de 2017. Em relação a novembro do ano passado, o volume foi 10,08% maior. A receita com os embarques de carne de frango in natura totalizou US$ 522,4 milhões, 11,98% superior à de US$ 466,5 milhões obtida no ano retrasado. Em relação a novembro, o resultado foi 10,08% maior.

Os embarques de carne suína in natura totalizaram 47,8 mil toneladas em dezembro de 2018, ou 8,88% mais que as 43,9 mil toneladas embarcadas em dezembro do ano retrasado. Na comparação com novembro último, quando o Brasil exportou 51 mil toneladas, o volume é 6,27% inferior. Em relação ao faturamento de dezembro, que foi de US$ 94,8 milhões, este foi 6,96% menor do que os US$ 101,9 milhões de dezembro/2017. Houve, porém, avanço de 0,211% na receita de dezembro/2018 ante novembro (que foi de US$ 94,6 milhões).

Fonte: Globo Rural

Maisnotícias

  • Select Sires do Brasil supera marca de 1 milhão de doses comercializadas

    Genética, Informação, Mercado | 17 de Janeiro de 2019
    Foto: Select Sires
    Números são equivalentes a genética de todas as raças disponíveis, sendo aproximadamente 65% de gado leiteiro Mesmo com os problemas enfrentados pelo setor pecuário no ano passado, o mercado de genética bovina conseguiu fechar 2018 com um crescimento expressivo no volume de doses de sêmen comercializadas. De aco...
  • Carlos Vivacqua é o novo Gerente Executivo da ASBIA

    Informação, Mercado | 17 de Janeiro de 2019
    Foto: ASBIA
    A ASBIA terá novo Gerente Executivo. Carlos Vivacqua, ex-presidente da ASBIA, assume o cargo a partir de 1º de fevereiro de 2019 e ficará responsável pela administração das atividades da ASBIA, por gerir os projetos da associação, representar a ASBIA perante outras entidades e órgãos governamentais e, também, ...
  • Cláudio Caldas recebe a Medalha da 54ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

    Informação | 17 de Janeiro de 2019
    Foto: Associação Brasileira de Brangus
    Aconteceu nesta quarta-feira (16), na Câmara Municipal de Vereadores de Sant’Ana do Livramento, a cerimônia de entrega da Medalha 54ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul ao Cláudio Antônio Bitencourt Caldas. A homenagem proposta pelo deputado estadual Bombeiro Bianchini foi uma forma de reco...
  • Rebanho da raça Brangus no RS chega a 24 mil animais

    Genética, Informação | 17 de Janeiro de 2019
    Foto: Alexandre Teixeira
    Criadores de bovinos de corte que estão apostando no Brangus colhem os resultados positivos desta decisão. No Estado do Rio Grande do Sul, conforme a superintendência de registro genealógico da Associação Brasileira de Brangus (ABB) o plantel é formado por cerca de 24.270 mil animais registrados. A perspectiva é ...
  • IATF: Criadores priorizam fertilidade em touros para Estação 2018/2019

    Genética, Informação | 17 de Janeiro de 2019
    Foto: Assessoria de Imprensa ABS
    Tecnologia com comprovação científica ajuda produtores na definição da genética Nos últimos dez anos, o crescimento das vendas de IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo) dobrou, atingindo 14 milhões de doses. Segundo o balanço divulgado em setembro pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial ...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais