Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 16/02/2019

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Idade da vaca e produtividade (Quando ela está velha demais?) - Derrel Peel (Oklahoma University, EUA)

Informação | 16 de Janeiro de 2019

Outubro é tradicionalmente época de desmame dos bezerros e o descarte de vacas para a temporada de parição na primavera nos EUA. No momento de descarte de matrizes os criadores enfrentam decisões difíceis. O descarte ótimo no rebanho requer uma bola de cristal afiada que poderia ver o futuro.

Se o regime de chuvas permitir o crescimento de forragem adequado, manter uma vaca mais velha para produzir um bezerro adicional é tentador. Ela é boa para mais um ano? Ela vai manter condição corporal suficiente através do inverno para repetir cria? Sua boca está boa o suficiente para pastar e criar um bom bezerro? Com que idade as vacas tornam-se menos produtivas? 

Existe grande variabilidade na longevidade das vacas de corte e as raças podem ter alguma influência. A região do país e o tipo de solo podem afetar por quanto tempo os dentes permanecem sadios, permitindo que a vaca consuma volumosos como pastagem e feno. 

Registros mantidos por um grande estabelecimento na Flórida nos anos 80 e publicados nos anais do 33º Curso de Bovinos de Corte da Universidade da Flórida mostram como a produtividade muda ao longo da vida das vacas de corte. Esse grande conjunto de dados (19.500 vacas e 14.000 vacas em dois anos separados) são mostrados no gráfico. Eles indicam a porcentagem média da taxa de prenhez com base na idade. Estas vacas não eram "mimadas", mas era esperado que reproduzissem na condições ambientais que estavam. 

Esses dados, coletados na Flórida em vacas com alguma influência de Brahman, representam um dos maiores conjuntos de dados sobre esse assunto. (Fonte: Genho, 1984 Proceedings of the Beef Cattle Short Course. Animal Science Department, University of Florida.) 
Mais recentemente, dados do USDA Meat Animal Research Station, em Clay Center, Nebraska, revelaram um padrão muito semelhante. 

Nestes estudo do Clay Center, embora as taxas de prenhez fossem um pouco mais altas, a linha após os 10 anos de idade era consistente com os resultados obtidos previamente na Florida. 

Esses dados indicam que as vacas são consistentes no desempenho em repetir cria até os 8 anos de idade. Uma pequena redução de desempenho é observada entre 8 a 10 anos de idade. 

No entanto, o declínio mais consistente no desempenho reprodutivo foi observado após o 10 anos de idade e maior ainda após os 12 anos de idade. 

Em outras palavras, comece a observar as razões para abater uma vaca aos 8 anos. Quando ela tiver 10 anos, olhe para ela bem de perto e considere a possibilidade de abate; quando ela atingir seu 12º ano, planeje abatê-la antes que ela tenha problemas de saúde ou esteja em condições físicas muito ruins.

Fonte: Publicado na revista DROVERS - Farm Journal (Jan/0219). 

* Traduzido e adaptado pela Assessoria Agropecuária. 



 

Maisartigos

  • Mitos e verdades do cruzamento (Por B. Lynn Gordon, Beef Magazine)

    Informação | 26 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Os Cruzamentos e a heterose resultante têm sido utilizados por gerações. Mas ainda restam discussões.

    Há sempre muita discussão e debate na pecuária de corte sobre o cruzamento. Dois pesquisadores da Universidade Estadual do Kansas se uniram para responder a algumas das perguntas mais comuns que os pecuaristas faz...
  • Carne gaúcha: uma trajetória de terra, campo e gente (Por Roberto Grecellé - SEBRAE)

    Informação | 14 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O dia a dia da pecuária de corte brasileira tem sido em favor da qualidade da carne produzida. Nas fazendas e nas indústrias, seja pelo zelo, pelos investimentos ou pelo aperfeiçoamento nos processos produtivos, os atores desta cadeia se empenham em produzir a cada dia uma carne de qualidade superior. Sim, é possíve...
  • Pecuária de corte: uma opinião para o novo governo

    Informação | 13 de Janeiro de 2019
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Barcellos, Prof. Titular, Fac. de Agronomia – NESPro/UFRGS

    Numa análise mais crítica, é preciso entender que desde que surgiu a palavra agronegócio em nosso vocabulário, é afirmado que em todas as suas dimensões só ocorrem “maravilhas”. O que é um profundo equívoco, quase viciado, de quem defe...
  • Comunicação como insumo fundamental para o agro

    Informação, Mercado | 11 de Janeiro de 2019
    Foto: AgroEffective
    Nestor Tipa Júnior
    Jornalista e pós graduado em Marketing no Agronegócio. Sócio-diretor da AgroEffective A agropecuária faz parte de um dos setores mais sensíveis à críticas e informações prejudiciais no Brasil. A opinião pública, por vezes, é severa nas cobranças aos produtores rurais e agroindústrias. Ba...
  • A cereja do bolo ou a taxa de desmame?

    Carne, Informação, Mercado | 09 de Janeiro de 2019
    Foto: Imagens da Internet
    Por Prof. José Fernando Piva Lobato - Fac. de Agronomia UFRGS

    Ao encerrarmos mais um ano festejamos o incremento de 10% nas exportações de produtos cárneos bovinos, mas amargamos 14 milhões de desempregados e 35 milhões de subempregados. Ao acertarmos o país, o mais rápido possível, números expressivos de pos...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais