Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 27/02/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

Vendas de sêmen bovino crescem 19% no 1º sem de 2019

Genética, Informação, Mercado | 16 de Agosto de 2019

Vendas de sêmen bovino crescem 19% no 1º sem de 2019

Foto: Imagens da Internet

Raças de corte puxaram crescimento do setor, com 3,76 milhões de doses vendidas

As vendas de sêmen bovino no primeiro semestre de 2019 registraram crescimento de 19,1% ante igual período do ano passado, segundo balanço divulgado pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial. No total foram comercializadas 6,09 milhões de doses, puxadas pelas raças de corte, com 3,76 milhões de doses vendidas (aumento de 27,9%).

Sérgio Saud, presidente da Asbia, destaca que este foi o quinto semestre consecutivo com crescimento de dois dígitos nas vendas de sêmen bovino para a pecuária de corte. Segundo ele, o resultado “é um indicativo de que o setor cresce como um todo e prova de que o uso da genética na Pecuária de Corte está consolidado, atraindo cada vez mais novos usuários na adoção da técnica”.

Nas raças leiteiras, também houve melhora, com 2,34 milhões de doses, 7,2% acima do período anterior. A expectativa para o segundo semestre é muito boa já que os números apontam para outra estação bastante aquecida, com uso de touros melhoradores, da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) como ferramenta principal na utilização da genética melhoradora.

“Tudo indica, também, uma alta na procura pelo cruzamento industrial, com o uso expressivo de animais como Angus, Brangus e Senepol. São raças que vão crescer neste segundo semestre”, acrescentou Saud. No total de vendas de sêmen para Corte por estado, o destaque foi para o Mato Grosso, com 19,7% da comercialização. Em segundo, ficou Mato Grosso do Sul, com 15,6%, com o Pará na terceira posição, com 11,3%.

Exportações

Na exportações, as vendas de sêmen bovino avançaram 21,3% sobre o primeiro semestre do ano passado, com 168,27 mil doses, sendo 66,46 mil doses de gado de corte (+18,76%) e 101,81 mil doses de gado de leite (+23%). Nas importações, por sua vez, houve alta ainda mais expressiva, de 54% na mesma base de comparação. Para o setor de corte, foram 2,07 milhões de doses, alta de 114,4% ante o primeiro semestre do ano passado e o melhor resultado dos últimos cinco anos. Na importação de sêmen de Leite, foram 1,9 milhão de doses, alta de 17,3%.

“A importação teve um bom desempenho como consequência do momento positivo vivido pelo segmento como um todo. É natural que a Indústria comece a se preparar para a Estação de Monta, ajustando a oferta necessária para atender as fazendas”, pontuou o executivo da entidade.

Fonte: Portal DBO

Maisnotícias

  • Uruguai sem pressa para deixar a vacina contra a Aftosa

    Informação | 20 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    El análisis con los costos y beneficios que implicaría, a futuro, dejar de vacunar contra fiebre aftosa en Uruguay, continúa avanzando. El pasado martes, en la sede de la Dilave “Miguel C. Rubino”, las gremiales de productores recibieron un nuevo informe de la consultoría independiente impulsada por el Instituto ...
  • RS: Farsul aprova continuidade das medidas para retirada da vacina contra aftosa

    Informação | 19 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Sindicatos rurais firmaram a decisão em assembleia nesta quarta-feira (19)
    Em assembleia realizada nesta quarta-feira (19), a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) decidiu apoiar a continuidade do processo de antecipação da retirada da vacina contra a febre aftosa no estado. O placar da votação f...
  • RS: comunicado acerca da posição da Conexão Delta G em relação à antecipação da retirada da vacina contra a Febre Aftosa

    Informação | 19 de Fevereiro de 2020
    Foto: Conexão Delta G
    A Conexão Delta G, após deliberação com seus associados, definiu posicionamento contrário à antecipação da retirada da vacina da Febre Aftosa no Rio Grande do Sul. O grupo, em sua maioria, levantou ponderações de questões técnicas, comerciais e políticas acerca do tema que vem preocupando os pecuaristas de c...
  • ABHB: Paranaenses apostam nas raças Hereford e Braford e comemoram resultados

    Genética, Informação, Mercado | 18 de Fevereiro de 2020
    Foto: Diego Funari Fotografia
    Estado conta atualmente com um plantel de cerca de 9,39 mil exemplares registrados, segundo a Associação Brasileira de Hereford e Braford Criadores de bovinos de corte que estão apostando nas raças Hereford e Braford colhem os resultados positivos desta decisão. No Paraná, conforme números da Associação Brasile...
  • Angus e Negócio Direto: parceria para a certificação de terneiros no RS

    Informação, Mercado | 15 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    A Associação Brasileira de Angus busca formas de equalizar a oferta de animais certificados ao longo do ano, e propôs aos produtores do Grupo Negócio Direto a Certificação de animais com padrão Racial Angus que atendam especificações do Mercado.

    A parceria visa beneficiar os produtores que conseguem entregar os a...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais