Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 29/03/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

ABS NEO: Produtor comemora taxa de prenhez acima de 55% com o uso de embriões

Informação | 06 de Fevereiro de 2020

Fazenda Maranata, Tocantis

Foto: Divulgação/Assessoria

Resultado foi registrado na Fazenda Maranata, no norte do Tocantins

O ABS NEO vem se tornando um produto cada vez mais popular entre os produtores. Após decidir investir na solução genética da ABS, um produtor do norte do Tocantins obteve resultados impressionantes já na primeira aplicação - com 204 embriões transferidos e 114 prenhezes confirmadas, o produtor registrou uma taxa de prenhez de 55,88%.

O resultado foi obtido em janeiro deste ano, na Fazenda Maranata, propriedade do produtor Marcos Albino. Ele afirma que decidiu optar pela utilização do ABS NEO como ferramenta para obter o melhoramento genético mais ágil do rebanho.

"A qualidade dos animais resultantes do produto já havia me chamado a atenção, e agora tenho a comprovação da decisão correta, graças a esse índice que alcançamos", diz.

O objetivo final do criador é acelerar o melhoramento genético do rebanho, potencializando o aumento da produção de proteína animal.

"A equipe vem se mostrando muito competente, com excelente qualidade nos serviços. Com certeza, indico o ABS NEO para qualquer produtor interessado em melhorar o seu rebanho geneticamente. A empresa atende a todas as demandas de forma profissional e atenciosa", avalia Marcos.

ABS NEO. O ABS NEO é a solução da ABS que oferece linhas de embriões especialmente desenvolvidas para rebanhos de leite e de corte. O produtor tem a oportunidade de selecionar o pacote genético que mais se adequa ao seu sistema de produção, acelerando de forma significativa o melhoramento genético. Com a melhor tecnologia do mercado e resultados comprovados em centenas de rebanhos, o produto vem se tornando uma das opções mais indicadas para o desenvolvimento nas fazendas.

Fonte: ABS  

Maisartigos

  • Produção de touros: negócio para especialista

    Genética, Informação | 15 de Março de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    Na pecuária de corte, algumas pessoas dividem os produtores em dois grupos: o do pecuarista comercial, dedicado a produzir terneiros, à recria ou a animais para abate; e o do pecuarista produtor de touros, envolvido com rebanhos de gado “puro...
  • Os benefícios visíveis do quilo da carne

    Carne, Informação | 28 de Fevereiro de 2020
    Foto: Imagens da Internet
    Na segunda-feira, dia 17, o artigo “Os custos invisíveis do quilo da carne”, publicado nesta Folha, sugeriu a relação entre impostos e desmatamento, raciocínio formulado a partir de dois estudos recentes. Sem nenhuma repreensão aos autores, julgamos importante esclarecer alguns pontos para que decisões equivoca...
  • O diálogo necessário entre agricultura e meio ambiente

    Informação | 28 de Fevereiro de 2020
    Foto: Imagens da Internet
    Em vez do ‘nós contra eles’, é preciso compatibilizar as agendas globais do clima e da alimentação. Os dois setores da economia brasileira com maior visibilidade global são a agricultura e o meio ambiente. O protagonismo da agricultura brasileira se dá no comércio global de commodities agropecuárias. Nossa ...
  • Negocio Direto: fazendo em vez de esperar

    Informação, Mercado | 14 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha

    A ação é melhor que a inércia. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer. Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé, e por aí vai. O propósito deste meu texto é compartilhar algumas informações sobre o Grupo de Produtores...
  • EAD pode causar prejuízos na formação do médico veterinário

    Informação | 09 de Fevereiro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por João Carlos Gonzales, presidente da Academia Rio-Grandense de Medicina Veterinária

    A recente autorização governamental para que instituições com curso de medicina veterinária utilizem 40% do tempo na forma de ensino a distância (EAD), isto é, por correspondência e/ou internet, despertou a atenção para pos...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais