Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 10/04/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

JBS avalia férias coletivas em algumas unidades de bovinos no Brasil por coronavírus

Carne, Informação | 17 de Março de 2020

JBS avalia férias coletivas em algumas unidades de bovinos no Brasil por coronavírus

Foto: CarneTec

A JBS disse na noite de segunda-feira (16) que considera a possibilidade de conceder férias coletivas em algumas plantas de processamento de bovinos no Brasil, enquanto acompanha os desdobramentos do coronavírus.

“A JBS vem monitorando os reflexos do mercado em relação ao covid-19 e avalia a implantação de férias coletivas exclusivamente em algumas das suas unidades de processamento de bovinos no Brasil”, disse a empresa em comunicado.

Segundo matéria do jornal Valor Econômico publicada na tarde de segunda-feira (16), a JBS pretende dar férias coletivas em cinco abatedouros de bovinos e a Minerva considera fechar temporariamente algumas unidades.

A agência de notícias Reuters também reportou na segunda-feira que fontes próximas à Minerva afirmaram que a empresa avalia suspender operações de abates em meio a problemas logísticos na China decorrentes de ações para conter o coronavírus.

Mais cedo na segunda-feira, JBS, Minerva e Aurora Alimentos informaram à CarneTec que continuavam operando normalmente. Minerva e Aurora não responderam questionamentos sobre a possibilidade de conceder férias coletivas em suas unidades.

A Minerva Foods disse que apenas parte do quadro de funcionários das áreas administrativas dos escritórios corporativos de Barretos (SP) e São Paulo (SP) trabalhará de suas casas, no sistema de home office, a partir da segunda-feira.

“Seguimos acompanhando os protocolos estabelecidos pelas autoridades para evitar a propagação do coronavírus, bem como os eventuais impactos do avanço desta pandemia”, disse a Minerva em nota.

A BRF já tinha informado na quinta-feira (12) que continuava operando normalmente e que tinha instalado um Comitê Permanente de Acompanhamento Multidisciplinar, formado por executivos e especialistas na área de infectologia, que estava acompanhando o cenário desde o início do surto do coronavírus na China.

A pandemia do coronavírus covid-19 está levando companhias de diversos segmentos ao redor do mundo a reduzir atividades ou readequar o sistema de trabalho dos funcionários como forma de evitar a transmissão do vírus, principalmente nas regiões mais atingidas pela doença.

No segmento de alimentos e bebidas, o setor de restaurantes tende a ser um dos principais afetados, principalmente em países adotando isolamento social obrigatório e fechamento de estabelecimentos comerciais, como China e nações da União Europeia, conforme já informou o banco Rabobank.

Esse cenário de redução das atividades pode ter impacto para fornecedores brasileiros de carnes que exportam para essas regiões

Fonte: Carne Tec

Maisnotícias

  • Trajano Silva: Leilões virtuais crescem em tempos de isolamento social

    Informação | 08 de Abril de 2020
    Foto: Trajano Silva Remates / Divulgação
    Temporada de Outono da pecuária gaúcha se estrutura para a venda à distância de terneiros e terneiras Os leilões virtuais estão registrando um aumento significativo neste momento em que a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) exige medidas como o isolamento social com o objetivo de evitar aglomerações e dimin...
  • ABS lança novo site global, valorizando a experiência do cliente

    Informação | 08 de Abril de 2020
    Foto: Assessoria de Imprensa ABS
    A ABS apresentou na terça-feira (7) seu novo site global, totalmente reformulado para se aproximar ainda mais de clientes de todo o mundo. A principal plataforma digital de soluções genéticas passou por atualização integral e abrangente, com objetivo de garantir a melhor experiência possível ao cliente. "Com o r...
  • NESPro: Estratégias para a venda de terneiros em tempo de crise

    Informação | 08 de Abril de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Com os métodos convencionais de gado, por meio dos leilões e remates presenciais, agora restringidos pela impossibilidade da aglomeração de pessoas, mudam-se as formas de comercialização. Em plena safra de terneiros/bezerros, o NESPro preparou orientações de como vender a produção por outros canais. 

    Faça aqui...
  • Senar-RS: campanha valoriza o trabalho do campo em meio ao combate ao novo coronavírus

    Informação | 07 de Abril de 2020
    Foto: Senar - RS
    Para dar à população da cidade a possibilidade de ficar em casa, os trabalhadores do meio rural continuam saindo a campo. Para lembrar o papel dos produtores rurais para garantir a alimentação de todos durante o combate à pandemia da Covid-19, o Senar-RS publica um vídeo em suas redes com o depoimento de quem cont...
  • PR: Leilão dos Criadores de Gado de Corte faz R$ 1.950 para terneiros 1/2 sangue Braford

    Informação, Leilões, Mercado | 06 de Abril de 2020
    Foto: Portal DBO
    Registrando 100% de liquidez, o pregão faturou R$ 1 milhão com a venda de 281 machos e 288 fêmeas; veja médias A Sociedade Rural de Guaraniaçu, município na região Oeste do Paraná, foi o palco de mais uma edição do “Leilão dos Criadores de Gado de Corte”, com a oferta de 569 exemplares para cria, recria e...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais