Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 09/07/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

Trabalho de auditores fiscais federais agropecuários é intenso durante pandemia

Informação | 26 de Março de 2020

Trabalho de auditores fiscais federais agropecuários é intenso durante pandemia

Foto: Divulgação DS-RS Anffa Sindical

Auditores Fiscais Federais Agropecuários que atuam diretamente na inspeção de produtos de origem animal e vegetal, nas certificações para exportação e ingresso de produtos nas aduanas, alfândegas, portos e aeroportos permanecem em plena atividade durante a pandemia de Covid-19.

Utilizando-se de equipamentos de proteção individual e intensificando os cuidados de higiene pessoal e de equipamentos – que já são bastante rigorosas nos ambientes de produção -, os AFFAS têm dado sua contribuição para manter o abastecimento de alimentos e as exportações dentro da normalidade. “Não podemos parar. Para manter a saúde animal e vegetal na nossa pecuária e agricultura, a inocuidade, padronização e qualidade dos produtos de origem animal e vegetal entregues à população brasileira e comercializados externamente, devemos estar presentes diariamente junto às empresas do setor com registro no MAPA e em fiscalizações a campo quando necessário”, pontua o delegado sindical do Anffa no RS, Mario Peyrot Lopes. Ele destaca os trabalhos nos laboratórios de referência, nas fronteiras e em portos e aeroportos. “Estas atividades se tornam ainda mais importantes em momentos de crise como este que estamos passando”, finaliza.

Mas os trabalhos dos auditores vão além da segurança alimentar e entram na saúde pública. O Ministério da Agricultura anunciou que os laboratórios agropecuários poderão ser utilizados para a análise de amostras de coronavírus. No Rio Grande do Sul, o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária – LFDA/RS, localizado no bairro Ponta Grossa em Porto Alegre, está trabalhando para contribuir no recebimento de amostras para análise.

A coordenação do LFDA-RS, que conta com 29 auditores fiscais federais agropecuários (incluindo uma base em Santa Catarina), tem alinhado com as autoridades de saúde do estado as medidas necessárias para que o trabalho possa iniciar. “O planejamento está em andamento. A estrutura física e de pessoal existe, contando com AFFAs, técnicos e auxiliares de laboratório e estamos ajustando o suprimento de insumos para atendimento desta demanda específica, salientando que as demais atividades de suporte à defesa agropecuária seguem normalmente”, afirma o coordenador do LDFA-RS, Fabiano Barreto.

A expectativa é que em menos de duas semanas o LFDA-RS esteja apto a iniciar o recebimento e processamento das amostras. Neste período, o laboratório irá trabalhar na validação interna dos métodos, capacitação da equipe e adequação do sistema da qualidade. “Iremos aproveitar a experiência que adquirimos ao longo desses últimos anos em que realizamos os ensaios para influenza Aviária e Doença de Newcastle para incorporar mais esse método no nosso escopo", afirma João Marcos Costa, responsável pelo laboratório de diagnóstico do LFDA-RS. "Neste momento crítico é nosso dever contribuir com os diferentes órgãos de saúde buscando a resolução deste grave problema”, conclui.

Fonte: DS-RS Anffa Sindical

Maisnotícias

  • ABS: Produtor e especialistas explicam como a genética pode contribuir para a redução de custos na fazenda

    Genética | 09 de Julho de 2020
    Foto: Assessoria de Imprensa ABS
    Além dos aumentos já conhecidos da produtividade e eficiência na pecuária, a genética também apresenta o seu valor enquanto uma ferramenta mais que adequada para a redução de gastos nas propriedades. Seja no corte ou no leite, a escolha dos touros certos pode promover grandes economias na fazenda Quando se fala ...
  • Uruguai: forte queda na exportação de gado em pé

    Informação | 09 de Julho de 2020
    Foto: Blasina y Asociados
    El ejercicio que cerró al final de junio no solo trajo una muy baja faena, menor a dos millones de cabezas. También una muy baja exportación de ganado en pie. Con 125 mil vacunos el dato es menos de la mitad que la exportación del ejercicio anterior y suma a un muy fuerte aumento en el stock vacuno de este Dicose. Ad...
  • Wagyu e sua presença destacada em uma boutique de carnes na Argentina

    Carne | 09 de Julho de 2020
    Foto: CarneTec
    Em 1096, em Paris, foi criado o primeiro estabelecimento de venda de carnes (atual Place du Châtelet) e, assim, se iniciou a linhagem da Grande-Boucherie na França. Oitocentos anos depois, teve início a onda de imigração europeia até a Argentina, que trouxe consigo raças continentais e britânicas juntamente com a...
  • ABHB: Começa a edição 2020/2021 da Prova de Avaliação a Campo Hereford e Braford

    Genética, Informação | 08 de Julho de 2020
    Foto: Associação Brasileira de Hereford e Braford
    Animais passaram por manejo sanitário, identificação e pesagem inicial na Embrapa Pecuária Sul em Bagé (RS) Iniciou nesta terça-feira, dia 7 de julho, em Bagé (RS), mais uma Prova de Avaliação a Campo (PAC) edição 2020/2021, realizada pela Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) em parceria com a...
  • Premix se une à ABCZ em projeto que visa aprimorar qualidade da carne de raças zebuínas

    Carne | 08 de Julho de 2020
    Foto: Premix
    Seguindo o seu compromisso de contribuir para o desenvolvimento de uma pecuária cada vez mais sustentável, a Premix uniu forças com a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) no projeto “Zebu, carne de qualidade”, cujo objetivo é incentivar a produção sustentável de carne bovina de alto padrão das...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais