Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 31/10/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Seleção genômica em Hereford e Braford

Genética, Informação | 01 de Julho de 2020

Por Marcos Jun-Iti Yokoo

Até pouco tempo, nos programas de avaliação genética e seleção de bovinos de corte, a seleção assistida por marcadores moleculares utilizando-se de poucos marcadores do tipo microssatélites, salvo algumas exceções, não foi muito eficiente, uma vez que, geralmente, as características de importância econômica são controladas por muitos pares de genes e, portanto, a informação destes poucos marcadores explica muito pouco a variabilidade genética. Depois, com a detecção de milhares ou milhões de polimorfismo de um único nucleotídeo (SNP), a seleção assistida por marcadores em escala genômica passou a ser uma realidade, dado o ganho em acurácia que os valores genéticos aprimorados pela genômica proporcionam, entre outras vantagens. Desta forma, podem-se selecionar reprodutores e matrizes em idades jovens, diminuindo o intervalo de geração e controlando a consanguinidade, sem precisar expor o animal a fenotipagem (por exemplo, desafiar o animal a pegar carrapato para poder contar a carga parasitária, e correr o risco deste animal, adoecer ou pior, vir ao óbito).

Na prática, o uso das DEP´s (diferença esperada na progênie) aprimoradas pela genômica não é tão simples como os pecuaristas gostariam. Ela depende muito das pesquisas, ou seja, do desenvolvimento das equações de predição, provenientes de rebanhos denominados “referência”, com animais fenotipados e genotipados, para se conhecer o potencial genético de cada marcador. De posse destas equações provenientes de rebanhos “referência”, de fenótipos de importância econômica, as Deogs (diferenças esperadas na progênie aprimorada pela genômica) permitem a identificação de animais geneticamente superiores, antes da coleta de dados fenotípicos, ou seja, em animais jovens, acelerando o processo de tomada de decisões e diminuindo os custos. Tudo isto, desde que uma confiável e ampla população de referência seja formada.

Atualmente, a Embrapa Pecuária Sul disponibiliza aos pecuaristas interessados em utilizar as genéticas Hereford e Braford o serviço de predição genômica para sete características (Pigmentação ocular, Pelame na desmama, Pelame no sobreano, Contagem de Carrapato, Peso ao Nascer, Peso à desmama e Peso ao Sobreano), representando um ganho em acurácia que varia entre 33% e 84% para estas características.

Um exemplo prático para uma característica economicamente importante, a resistência ao carrapato, é: se um produtor utilizar um touro melhorador, ou seja, de alta resistência ao carrapato, avaliado pela Depg da Embrapa, os seus filhos em média deverão se infestar de carrapato, 33% menos comparado aos filhos de um outro touro com Depg de baixa resistência ao carrapato. Além disso, comparando a DEP tradicional de resistência ao carrapato com a Depg de resistência ao carrapato, a acurácia da DEP tradicional gira em torno de 26%, enquanto que para a Depg, esta acurácia sobe para 48%, garantindo uma maior confiança para o produtor poder fazer a seleção, portanto errando menos no processo de melhoramento genético.

O produtor que tem interesse em utilizar este serviço da Embrapa, basta extrair uma amostra biológica do referido animal e entrar em contato com a Embrapa Pecuária Sul pelo e-mail: cppsul.labegen@embrapa.br.

Por: Marcos Jun-Iti Yokoo - Zootecnista e pesquisador A – Melhoramento Genético Animal da Embrapa Pecuária Sul - Bagé/RS
Fonte: ABHB

Maisartigos

  • Pecuária do Sul: vamos azebuar tudo !!!

    Genética, Informação | 15 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Fernando Furtado Velloso
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha (É o paradoxo estendido na areia, do Pampa) Nesta busca mensal de temas atuais para este espaço na Revista AG, venho sempre trocando ideias com a editora da Revista AG, Thaise Teixeira. Trocamos mensagens sobre as pautas principais da ediç...
  • Angus Recalada: tecnologia, genética e touros para a pecuária moderna

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Saudações.

    Nesta mesma época em 2019, trouxemos neste catálogo um pouco dos fundamentos técnicos considerados pelo programa de seleção da Cabanha Recalada para: Crescimento e Carcaça. Reprodução e Maternal, e Adaptação e Função. Os quesitos indicados para realizarmos seleção efetiva nestas áreas seguem v...
  • Montana vende touros por R$ 12,5 mil no leilão De Olho Na Fazenda

    Informação | 05 de Outubro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Semana de leilões teve destaque para novilhas super precoces, com lance médio de R$ 7,3 mil

    O Programa Montana comercializou 45 touros e 17 novilhas durante o programa De Olho na Fazenda, realizado entre 14 e 17 de setembro. O lance médio para os machos chegou a R$ 12.500,00, enquanto para as fêmeas foi de R$ 7.300,00...
  • Lote 6 - Recalada 139 Combate

    Informação | 01 de Outubro de 2020
    Destaque - Angus Recalada 2020
    07/10 - Pelotas - Lance Rural

    Lote 6 - Recalada 139 Combate
     (SAV Resource x SAV Bismark)
    Homozigoto Preto 
    Dupla Marca
    Touro Jovem Promebo 2019 (TJ) 
    Suporte Técnico:
    Assessoria Agropecuária FFVelloso & Dimas Rocha Velloso      - 051 9 9835 8100
    José Pedro - 051 9 8244 2631

    Consulte cat...
  • Leilão Charolês 50 anos faz R$ 13,2 mil nos touros

    Informação | 29 de Setembro de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Realizado neste sábado (26/09) o Leilão Charolês 50 Anos alcançou muito bons resultados em sua edição virtual. Os touros foram comercializados por R$ 13,2 mil e as terneiras por R$ 5,8 mil. Também foram ofertados 40 embriões com valor médio de R$ 2,3 mil.
    Entre os destaques da venda estão: Jotabe Otto 6071 ...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais