Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 08/08/2020

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

Sema lança programa Campos do Sul que incentiva conservação de campos nativos

Informação | 30 de Julho de 2020

Por meio do incentivo ao proprietário, boas práticas ambientais passarão a ser adotadas, conservando a biodiversidade dos campos

Foto: Luiza Chomenko

Nesta quarta-feira (29/07), dia em que a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) completa 21 anos, está sendo lançado o novo programa que promove a conservação dos campos nativos em propriedades privadas gaúchas. O Campos do Sul tem o objetivo de preservar os campos nativos inseridos nos biomas Pampa e Mata Atlântica mediante a adoção de boas práticas ambientais e de manejo, integrando uma produção pecuária sustentável.

Segundo o secretário Artur Lemos Júnior, o Campos do Sul segue a política do incentivo. “Queremos apoiar, com respeito ao direito de propriedade, políticas ambientais e preservação dos biomas. Um dos principais benefícios do programa será a certificação de conservação dos campos nativos, na qual qualificará a propriedade e valorizará a iniciativa que concatenara a manutenção da funcionalidade do campo nativo”.

O diretor do Departamento de Biodiversidade, Diego Pereira, explica que propriedades rurais de todos os portes podem participar, sejam pequenas, médias ou grandes. Por meio do incentivo ao proprietário, boas práticas ambientais passarão a ser adotadas, conservando a biodiversidade dos campos nativos, suas funções e seus serviços ecossistêmicos.

A proposta se dá por meio do cadastramento no Sistema On-line de Licenciamento Ambiental (SOL) via formulário específico que estará disponível nos mês de agosto. Para ingressar no programa é preciso que as propriedades tenham área de campo natural com superfície contínua mínima correspondente a 20% ou 10 hectares para propriedades maiores, conforme registro no Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede). Já em propriedades rurais pequenas é possível certificar um conjunto de áreas menores, desde que sejam contíguas e, somadas, alcancem a superfície mínima definida no programa.

Outro critério para a adesão, é que a propriedade esteja recebendo algum tipo de assistência técnica de extensão ou acompanhamento de sindicatos rurais, prefeituras, cooperativas ou iniciativa privada. Áreas declaradas como reserva legal ou aquelas a serem restauradas, não serão passíveis de certificação.

Os benefícios acontecem por meio de enquadramentos em níveis básico, médio ou avançado, de acordo com as práticas de manejo e conservação adotadas e o produtor receberá um certificado de adesão e de conformidade ao programa, emitido pela Sema.

A inscrição de uma área de campo nativo funcional mantida com atividades compatíveis com a sua conservação garante o enquadramento no nível básico do programa. A adoção complementar de pelo menos 50% das boas práticas ambientais e de manejo sustentável recomendadas dará direito à inscrição no nível intermediário. Se, além disso, o proprietário adotar ao menos uma das práticas recomendadas que resultem em benefícios à biodiversidade, terá direito à inscrição no nível máximo. Todos os critérios podem ser conferidos aqui.

Texto: Bárbara Corrêa
Fonte: Secretária do Meio Ambiente e Infraestrutura - RS

Maisnotícias

  • Montana: criador eleva em 20kg peso à desmama com uso da genética

    Genética | 06 de Agosto de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Em nove anos, JP Agronegócios aumenta em 20kg peso dos bezerros Montana à desmama A precocidade sexual dos bovinos é um objetivo constante da pecuária brasileira. Em Três Lagoas (MS), a JP Agronegócios tem alcançado excelentes resultados com o gado Montana: 80% das fêmeas da propriedade emprenham aos 14 meses. C...
  • Fazenda 3 Marias faz R$ 12 mil para touros Angus

    Informação, Leilões, Mercado | 06 de Agosto de 2020
    Foto: Imagens da Internet
    Com compradores de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, o 8º Dia de Negócios e Leilão da Fazenda 3 Marias Agronegócios, de Videira (SC), faturou R$ 818.100,00. Realizado de forma virtual, o remate garantiu média de R$ 12.063,00 aos machos Angus e de R$ 7.200,00 às fêmeas Angus. O pregão ocorreu no sábad...
  • Realizado virtualmente, 3º Encontro Clube Vet Líder IATF teve a participação de 50 médicos veterinários

    Informação | 06 de Agosto de 2020
    Foto: CRV Lagoa
    A CRV Lagoa reuniu cerca de 50 médicos veterinários de todo o Brasil durante o 3º Encontro Anual do Clube Vet Líder IATF, realizado no dia 6 de julho. O evento, promovido de forma remota devido às restrições impostas pelas autoridades em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), teve mais de 480 visualiz...
  • 1° Leilão Prime Angus - Touros de Central alcança media de R$ 25 mil

    Leilões, Mercado | 06 de Agosto de 2020
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O grande destaque do leilão foi a aquisição do lote 25 – o touro Black Opal TEI922 Chimichurri, vendido por R$ 60 mil para a central ABS. Os reprodutores – todos apresentando elevado potencial de desempenho e indicadores positivos para ganho de peso, EGS e AOL – tiveram média de venda de R$ 25 mil, segundo Hei...
  • Novo INDEX Asbia 1º Semestre 2020 revela crescimento de 31% do mercado de IA em bovinos

    Informação, Mercado | 06 de Agosto de 2020
    Foto: ASBIA
    Nova edição do documento mostra que a inseminação artificial (IA) está presente em 70% dos municípios brasileiros; perspectiva para 2020 é superar os 24 milhões de doses de sêmen comercializadas

    A Asbia (Associação Brasileira de Inseminação Artificial) apresenta, nesta semana, o novo INDEX Asbia 1º Semestre ...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais