Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 25/01/2022

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

GAP: Hexacampeã na venda de touros taurinos no Brasil

Genética, Informação, Mercado, TOP 100 2021 | 15 de Junho de 2021

GAP: Hexacampeã na venda de touros taurinos no Brasil

Foto: Divulgação/Assessoria

Pela sexta vez consecutiva, a GAP Genética, de Uruguaiana (RS), alcançou a liderança entre os 50 maiores vendedores de touros taurinos do Brasil no ranking TOP 100, promovido pela Revista AG, pela Assessoria Agropecuária FF Velloso & Dimas Rocha e pela Brasil com Z. O resultado completo está publicado na edição de junho, com matéria especial com os Top 5 do levantamento e entrevista com o diretor Comercial da GAP, João Paulo Schneider da Silva, o Kaju.

Na Entrevista do Mês, Kaju ressalta que o aumento nas vendas de reprodutores Angus, Brangus, Hereford e Braford chegou a 24% com relação à anterior do TOP 100. E o atribui à profissionalização dos processos de gestão, produção e sucessão implementados nas quatro unidades de negócio da empresa. “Isso não é gratuito nem acontece da noite para o dia. É resultado de um planejamento no qual antevimos o crescimento da demanda por raças sintéticas – que aconteceu de fato, coincidindo com o bom momento da pecuária em 2020, solidificado em 2021. Percebemos e aproveitamos os sinais do mercado”, diz. Por isso, a estratégia foi redirecionar alguns acasalamentos. “Embora os bons ventos do mercado tenham colaborado para o resultado, Kaju destaca a importância do foco na pressão de seleção de reprodutores para produção de carne e alto desempenho a campo. “Muitas vacas Hereford, por exemplo, passaram a fazer Braford, tanto que, de 68 touros da raça vendidos em 2019 passamos para 105 em 2020, totalizando um aumento de 54%”, detalha.

A GAP é conhecida como produtora de genética bovina taurina, mas tem 50% do negócio, atualmente, voltado à produção de grãos. A pecuária é 65% voltada à produção de bovinos para a indústria, o que a permite selecionar os reprodutores para o máximo rendimento a campo. “Temos que direcionar nossa genética para um boi bom. E fazemos um boi bom. Mas isso é possível porque a produção comercial está dentro do negócio, nós somos nossa própria estação experimental para a produção de novilho bom”, explica Kaju.

Maisnotícias

  • Gente Brangus: Evanil Pires, da ST Repro

    Genética, Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Está disponível o quarto episódio do “Gente Brangus”!

    O convidado deste episódio é o Evanil Pires, da ST Repro, que nos conta como iniciou o seu trabalho com a raça Brangus. Confira o depoimento dele.

    GENTE BRANGUS

    Trata-se de um espaço criado para que personalidades da raça, como criadores, técnicos, peões, r...
  • Fala Angus #78 - Edio Sander, Presidente CooperAliança

    Carne, Informação, Mercado | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Radio Sul.net
    Neste #FALAANGUS, o Sr. Edio Sander, presidente da CooperAliança, irá contar a história da cooperativa, que se destaca como exemplo de cooperativismo no país, seu número de associados, áreas de atuação, e como veio a ideia de ter uma indústria própria. Assim como, a parceria com a Angus e a importância para a ...
  • Sabor favorável: criadores de Red Angus adicionam potencial de marmoreio

    Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Divulgação/Assessoria
    por Tom Brink, CEO, Red Angus Association of America 

    Os criadores de Red Angus continuam aumentando o potencial de marmoreio, o que demonstra o quanto estão atentos aos sinais emanados dos mercados de carne bovina e de gado. O marmoreio é uma característica economicamente relevante. As classificações das indústr...
  • Embrapa em Ação mostra potencial do Pampa para produzir alimentos de forma sustentável

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Canal Rural
    O Giro do Boi de sexta, dia 14, levou ao ar o primeiro episódio da nova série especial Embrapa em Ação. Desta vez, as gravações ocorreram na sede da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé, na Campanha gaúcha, no coração do Pampa.

    Conforme destacou o chefe geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, as riquezas nat...
  • ANC: Registro cresce 13% e confirma expansão da pecuária

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Associação Nacional de Criadores
    Alinhados com a expansão e a valorização da pecuária na economia brasileira, os registros de animais de raça aumentaram 13% em 2021. O crescimento resulta do cadastro de 72.667 exemplares ao longo do ano passado frente aos 64.271 animais de 2020, ano que também apresentou alta. Os dados constam do banco da Associa...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais