Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 25/01/2022

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

GENEX terá central de coleta própria para 150 touros

Informação | 06 de Dezembro de 2021

Visando atender parte do plano de expansão que prevê crescimento na casa de 20% ao ano em quatro anos, duplicando de tamanho no Brasil até 2025, a multinacional americana GENEX, uma das líderes em inseminação artificial de bovinos, vai lançar para o mercado o próprio Centro de Biotecnologia e Difusão Genética. Com capacidade para alojar e coletar, inicialmente, cerca de 150 touros, o empreendimento vai contar com piquetes individuais, projetados de acordo com todas as normas de biossegurança e conforto animal, garantindo a adequada produção de genética e comercialização em todo o território nacional e exportação aos países que possuem protocolos sanitários com o Brasil.

“O novo projeto da GENEX Brasil é resultado de mais de 15 anos de experiência e pioneirismo da companhia no melhoramento genético de bovinos no país, sem contar todo o histórico de mais de 60 anos de atuação no contexto global. Esse investimento comprova a confiança do conglomerado Pon Holding - do qual fazem parte o grupo URUS e, consequentemente, a GENEX – na pecuária brasileira”, diz Sérgio Saud, diretor executivo da GENEX Brasil.

Para Judd Hanson, vice-presidente de vendas globais da GENEX, a empresa está crescendo muito rápido no Brasil, por isso, ele vê o projeto como uma grande oportunidade. “O Brasil é o país onde o negócio da GENEX cresce mais intensamente, no mundo. Temos certeza de que termos nossa central própria aqui é o caminho certo para levarmos a GENEX ainda mais longe no mercado brasileiro”, analisa.

O Centro de Biotecnologia e Difusão Genética GENEX está localizado no km 158, às margens da BR-050, município de Uberaba (MG), região conhecida como “berço do zebu”. O local estratégico escolhido para o centro facilita também a visita de pecuaristas, técnicos, representantes e demais pessoas relacionadas ao agronegócio. “No Brasil, há a tradição das feiras agropecuárias, que reúne um grande grupo de produtores o ano todo. Além disso, a cultura do criador é conhecer pessoalmente os reprodutores, então, nossa central será também um grande showroom, uma vitrine para que o pecuarista escolha, com a ajuda de nossos consultores e técnicos, os touros mais indicados para promover o melhoramento genético do seu rebanho”, afirma Sérgio Saud.

A central própria de inseminação artificial também vai proporcionar maior controle sobre a produção de sêmen. “Significa termos mais autonomia no manejo dos touros e melhor disponibilização dos produtos, além de fortalecer o posicionamento de marca e visibilidade da GENEX junto ao mercado”, informa Guilherme Gallerani, diretor de marketing e inovação da GENEX Brasil. A migração dos touros que atualmente estão alocados nas centrais parceiras para o centro próprio será feita de forma gradual e organizada para que a adaptação seja a mais adequada possível. A sede administrativa e logística da GENEX continua sendo em São Carlos (SP).

Produtividade
Com base no número de machos alojados, o Centro de Biotecnologia e Difusão Genética de bovinos pode atingir a produção de até 5 milhões doses de sêmen até o final de 2025.

Sobre a GENEX
A GENEX Brasil, empresa do grupo URUS, é referência mundial em melhoramento genético bovino, soluções tecnológicas e de cuidados para os rebanhos. Seu foco é gerar valor aos clientes, por meio da produtividade e lucratividade de seus negócios. A GENEX tem matriz em Wisconsin (EUA) e é consagrada globalmente pelo seu caráter inovador no mercado de inseminação artificial e pelo pioneirismo na seleção genética da raça taurina Angus (corte) e na europeia Holandês (Leite), estendendo sua excelência genética também às demais raças, com destaque para as zebuínas, especialmente o Nelore. A GENEX está no Brasil desde 2005, com sede em São Carlos (SP), e presença em todos os estados brasileiros, com uma extensa equipe técnico-comercial. Traz, em seu DNA, a essência cooperativista e o espírito pecuarista, por isso, está sempre pronta para atender as demandas do produtor, visando a prosperidade de seu rebanho, de seu futuro e das próximas gerações. 

Fonte: GENEX Brasil

Maisnotícias

  • Gente Brangus: Evanil Pires, da ST Repro

    Genética, Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Está disponível o quarto episódio do “Gente Brangus”!

    O convidado deste episódio é o Evanil Pires, da ST Repro, que nos conta como iniciou o seu trabalho com a raça Brangus. Confira o depoimento dele.

    GENTE BRANGUS

    Trata-se de um espaço criado para que personalidades da raça, como criadores, técnicos, peões, r...
  • Fala Angus #78 - Edio Sander, Presidente CooperAliança

    Carne, Informação, Mercado | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Radio Sul.net
    Neste #FALAANGUS, o Sr. Edio Sander, presidente da CooperAliança, irá contar a história da cooperativa, que se destaca como exemplo de cooperativismo no país, seu número de associados, áreas de atuação, e como veio a ideia de ter uma indústria própria. Assim como, a parceria com a Angus e a importância para a ...
  • Sabor favorável: criadores de Red Angus adicionam potencial de marmoreio

    Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Divulgação/Assessoria
    por Tom Brink, CEO, Red Angus Association of America 

    Os criadores de Red Angus continuam aumentando o potencial de marmoreio, o que demonstra o quanto estão atentos aos sinais emanados dos mercados de carne bovina e de gado. O marmoreio é uma característica economicamente relevante. As classificações das indústr...
  • Embrapa em Ação mostra potencial do Pampa para produzir alimentos de forma sustentável

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Canal Rural
    O Giro do Boi de sexta, dia 14, levou ao ar o primeiro episódio da nova série especial Embrapa em Ação. Desta vez, as gravações ocorreram na sede da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé, na Campanha gaúcha, no coração do Pampa.

    Conforme destacou o chefe geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, as riquezas nat...
  • ANC: Registro cresce 13% e confirma expansão da pecuária

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Associação Nacional de Criadores
    Alinhados com a expansão e a valorização da pecuária na economia brasileira, os registros de animais de raça aumentaram 13% em 2021. O crescimento resulta do cadastro de 72.667 exemplares ao longo do ano passado frente aos 64.271 animais de 2020, ano que também apresentou alta. Os dados constam do banco da Associa...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais