Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 25/01/2022

Redes sociais

Agendade eventos

Últimosartigos

Vacas com facilidade de parto - ótimo ou extremo?

Informação | 08 de Janeiro de 2022

Vacas com facilidade de parto - ótimo ou extremo? (Foto: Drovers)

Foto: Divulgação/Assessoria

As perguntas: 

"As bezerras de vacas com facilidade de parto se transformarão em vacas com mais dificuldade de parto?" e

"Os bezerros de vacas de facilidade de parto terão maior mortalidade?"


foram propostas pela pesquisa do U.S. Meat Animal Research Center (USMARC) sobre vacas com facilidade de parto. O Dr. Gary Bennett, da USMARC, apresentou suas conclusões no Simpósio da Beef Improvement Federation (BIF) em Des Moines, Iowa, em 23 de junho.  

Quase 900 animais de quatro raças (Angus, Charolais, Gelbvieh e Hereford) e três compostos (MARC I, II e III) foram estudados.

A preocupação com a dificuldade de parto de vacas que são filhas de vacas de facilidade de parto é legítima, devido à correlação negativa entre a facilidade de parto direta e a materna. A mortalidade mais alta de bezerros também é uma questão válida, visto que os bezerros tendem a ser menores e bezerros pequenos têm uma taxa de mortalidade mais alta. 

O que o estudo descobriu, no entanto, foi que a seleção da facilidade de parto pode reduzir a duração do trabalho de parto e resultar em um bezerro mais vigoroso, independentemente do peso ao nascer. 

“Os bezerros geneticamente menores podem não estar em desvantagem, ao contrário dos bezerros fenotipicamente menores”, diz Bennett. 

A seleção na facilidade de parto apenas diminuiu a duração da gestação em cerca de dois dias no estudo USMARC. Bennett explica que a diferença esperada de progênie (DEP) para facilidade de parto, usando o tempo de gestação poderia diminuir a gestação abaixo da viabilidade ideal, mas não foi evidente durante este estudo. 

Além disso, ao contrário das crenças anteriores, os pesquisadores do USMARC não identificaram que a dificuldade de parto reduziu a recria das novilhas neste estudo. 

O estudo constatou que vacas da linha de seleção de facilidade de parto tinham pesos e tamanhos maduros significativamente menores e podem ter menores custos de manutenção por vaca. Novilhas com facilidade de parto tiveram melhor sobrevivência dos bezerros e foram mais propensas a recria e produzir um segundo bezerro quando comparadas ao grupo controle. 

Existe uma vantagem aparente para um sistema de acasalamento de fêmeas com facilidade de parto com touros com facilidade de parto para o primeiro parto, comparativamente com as fêmeas do grupo controle acasaladas com touros de peso médio ao nascer. 

Para obter mais informações sobre o Simpósio deste ano e a Beef Improvement Federation, incluindo apresentações adicionais e vencedores de prêmios, visite BIFSymposium.

Fonte: Drovers, 29/12/2021, traduzido pela Assessoria Agropecuária 
 

Maisartigos

  • A seca, mudanças climáticas e os incêndios nos campos

    Geral | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Zilah Maria Gervasio Cheuiche

    É a maior onda de calor dos últimos tempos. Na segunda semana de janeiro de 2022, a temperatura máxima em Uruguaiana foi de 41,8°C. A mais alta registrada no Rio Grande do Sul desde 1943.

    E esta seca, até onde vai?

    Enquanto o calor bate recorde, não chove. Os últimos minguados...
  • A IATF e o Touro Zero na Bolsa de Valores

    Genética, Informação, Mercado | 14 de Dezembro de 2021
    Foto: Divulgação/Assessoria
    O assunto Inseminação Artificial a Tempo Fixo (IATF) é tão frequente na pecuária de corte quanto a dúvida se a técnica vai tirar a importância do touro em monta natural. O tema não é novo, mas vamos a ele com algumas informações de mercado e reflexões colhidas da minha mente e da mente de tantos outros que v...
  • Fim de Temporada: o que faz um touro valer mais?

    Informação, Leilões, Mercado | 15 de Novembro de 2021
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Fim de outubro. Fim da temporada de leilões de primavera no Sul do Brasil. Fim de mais um ciclo de vendas de touros em remates. Como todo ciclo que se encerra, iniciam-se as reflexões, as avaliações e a busca da compreensão do que pode ser feito diferente e melhor.

    As expectativas em relação aos preços médios do...
  • A escolha da semente é a chave do negócio

    Genética | 13 de Novembro de 2021
    Foto: Associação Brasileira de Angus
    Meu avô, Serafim Cardoso, era um pecuarista muito dedicado. Com visão clara da pecuária, sabia o que estava fazendo. Formou três rodeios de vacas definidas, de três raças diferentes. Charolês, Angus e Devon (bem, nesse lote entravam touros vermelhos Red Poll, Shorthorn, Hereford). Em 1974 com esses rebanhos consti...
  • Comercialização Virtual em Bovinos de Corte

    Informação | 06 de Novembro de 2021
    Foto: Divulgação/Assessoria
    Por Júlio Otávio Jardim Barcellos e Sigrid Machado de Paiva
    Núcleo de Estudos em Sistemas de Produção de Bovinos de Corte e Cadeia Produtiva (NESPro/UFRGS)

    Em 2020, fomos surpreendidos pelo vírus SARSCoV-2, o já “famoso” Coronavírus. Junto com ele, veio o desafio de conviver com as restrições de circul...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais