Cadastre-se no site

Cadastre-se e fique informado em primeira mão sobre os principais acontecimentos da Assessoria Agropecuária
Porto Alegre, 25/01/2022

Redes sociais

Agendade eventos

Últimasnotícias

RS: Rebanho sofre com perda de peso devido à estiagem

Informação | 11 de Janeiro de 2022

Seca Rebanho Bovino

Foto: Instituto Desenvolve Pecuária

Consulta do Instituto Desenvolve Pecuária com seus associados também revela problemas com abastecimento de água natural para os animais

Os pecuaristas têm sentido os efeitos da severa estiagem que domina o Rio Grande do Sul. Em consulta realizada junto a seus associados em diversas regiões do Estado, o Instituto Desenvolve Pecuária constatou que a falta de água e o calor acima do normal vêm afetando o pasto para os animais, o que também reflete na produção da pecuária de corte.

A diminuição da oferta e principalmente a qualidade nutricional do pasto faz com que os animais, especialmente os mais jovens, apresentam redução do ganho de peso projetado para o período e em alguns casos mais severos os animais já apresentam perda de peso. Nesta época também ocorre a estação reprodutiva de muitas propriedades no Rio Grande do Sul, e com a redução do escore corporal das vacas o desempenho reprodutivo pode ser prejudicado, bem como o desenvolvimento dos terneiros que as vacas estão amamentando. Com isso é necessário aumentar o manejo de desmame precoce com suplementação e em alguns casos antecipar a comercialização dos bezerros, pois as fêmeas não conseguem se manter e amamentar.

Algumas regiões relatam que os potreiros com a água de bebida para os animais estão restritos, tendo que adequar lotações e até mesmo, em algum caso, trocar os animais de piquetes, pois mananciais naturais hoje estão muito mais fracos. "O quadro é geral, o que se observa é que, com exceção de algumas poucas localidades em alguns municípios que tiveram chuvas há 15 dias e recuperaram uma condição mínima de trabalho, o quadro apresenta um problema de falta de água para os animais, pois as aguadas naturais estão todas secas", destaca o presidente da Comissão de Relacionamentos Institucionais e Comerciais do Instituto, João Gaspar de Almeida.

O dirigente cita também o prejuízo nas lavouras que, em muitos casos, são implementadas para também auxiliar no reforço à alimentação animal, em especial com o milho, que é a cultura que mais sofre com a seca no Rio Grande do Sul. Há relatos também de dificuldades no crescimento das pastagens de verão, o que compromete a alimentação do gado. "Nas pastagens cultivadas de verão o nascimento foi de 25% e as folhas já estão ressecadas. A situação é dramática", observa Almeida.

Os produtores também abordaram a escassez de água para consumo humano em algumas localidades, pois em muitas propriedades rurais o fornecimento ocorre por meio de poços artesianos comunitários, esses que tem apresentado vazão de água cada vez menores.

Fonte: Instituto Desenvolve Pecuária

Maisnotícias

  • Gente Brangus: Evanil Pires, da ST Repro

    Genética, Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Está disponível o quarto episódio do “Gente Brangus”!

    O convidado deste episódio é o Evanil Pires, da ST Repro, que nos conta como iniciou o seu trabalho com a raça Brangus. Confira o depoimento dele.

    GENTE BRANGUS

    Trata-se de um espaço criado para que personalidades da raça, como criadores, técnicos, peões, r...
  • Fala Angus #78 - Edio Sander, Presidente CooperAliança

    Carne, Informação, Mercado | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Radio Sul.net
    Neste #FALAANGUS, o Sr. Edio Sander, presidente da CooperAliança, irá contar a história da cooperativa, que se destaca como exemplo de cooperativismo no país, seu número de associados, áreas de atuação, e como veio a ideia de ter uma indústria própria. Assim como, a parceria com a Angus e a importância para a ...
  • Sabor favorável: criadores de Red Angus adicionam potencial de marmoreio

    Informação | 21 de Janeiro de 2022
    Foto: Divulgação/Assessoria
    por Tom Brink, CEO, Red Angus Association of America 

    Os criadores de Red Angus continuam aumentando o potencial de marmoreio, o que demonstra o quanto estão atentos aos sinais emanados dos mercados de carne bovina e de gado. O marmoreio é uma característica economicamente relevante. As classificações das indústr...
  • Embrapa em Ação mostra potencial do Pampa para produzir alimentos de forma sustentável

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Canal Rural
    O Giro do Boi de sexta, dia 14, levou ao ar o primeiro episódio da nova série especial Embrapa em Ação. Desta vez, as gravações ocorreram na sede da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé, na Campanha gaúcha, no coração do Pampa.

    Conforme destacou o chefe geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, as riquezas nat...
  • ANC: Registro cresce 13% e confirma expansão da pecuária

    Genética, Informação | 20 de Janeiro de 2022
    Foto: Associação Nacional de Criadores
    Alinhados com a expansão e a valorização da pecuária na economia brasileira, os registros de animais de raça aumentaram 13% em 2021. O crescimento resulta do cadastro de 72.667 exemplares ao longo do ano passado frente aos 64.271 animais de 2020, ano que também apresentou alta. Os dados constam do banco da Associa...

Nossosparceiros

Nossosclientes

Redes sociais